https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Humor : 

Coragem

 
Tags:  Onça    Saci    Lobisomem  
 
Um dia andando no meio da mata
Encontrei uma enorme onça pintada
Atirei, mas da arma não saiu nada
Tive que matá-la com uma gravata

Numa noite, passando no cemitério
Ouvi uma caveira alegre cantando
Então, minha viola eu fui afinando
E cantamos em dupla no necrotério

No bambuzal avistei um saci-pererê
Que estava pulando c'uma perna só
Do coitado eu fiquei com muita dó
E uma prótese eu mandei lhe fazer

Encontrei um lobisomem muito cruel
Que soltava fumaça e fogo pelo nariz
A ele, nesta hora, um pedido eu fiz
Para acender o meu cigarro de papel

jmd/Maringá, 06.12.08



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
630
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/12/2008 23:12  Atualizado: 06/12/2008 23:12
 Re: Coragem
João,
Está tudo muito bom, muito legal e divertido, mas que raio de lobisomem é esse, criatura?rs
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/12/2008 00:27  Atualizado: 07/12/2008 00:27
 Re: Coragem
Olá João, estes seus quartetos estão parecendo pequenos contos de pescador...rs...sei não, mas vc é pescador?....de ilusões talvez!?