https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Ecos da alma

 
Tags:  amizade    paz    ternura    universo    vidas  
 
Open in new window




















Imagem retirada da Google


Os ecos da tua alma ecoam
Em melodias lúdicas
Na cadencia de um olhar enternecido
Visualizo o teu sorriso quente da paz
Emanada do teu corpo sofrido
Por um momento fugaz
Prevalece a junção de sentires
As tempestades evaporam-se
O azul cristalino brilha
Na noite iluminada
Pelas estrelas brincalhonas
As palavras deslizam dançarinas
Em frases afagadas pela ternura emergente
E nos caminhos livres de pedras aguçadas
Florescem flores campesinas
Perfumando o ar de doces brisas nocturnas
Transformando o silencio
Em acordes de violino vibráteis …
Estremecendo o tempo fugaz de nós
Só a musica permanece em elos de ligação
Da distancia mensurável das vidas sofridas
No cume da existência imortal
No azul brilhante do cosmos longínquo

Escrito a 26/12/08
 
Autor
Liliana Jardim
 
Texto
Data
Leituras
1391
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
9
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 27/12/2008 02:17  Atualizado: 27/12/2008 02:17
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Ecos da alma
Adorei as palavras deslizantes bailarinas, numa música que permanece... Permanecem também os teus versos Liliana, sempre lindíssimos e imensos!

Beijo grande poetisa

Enviado por Tópico
FredericoSalvo
Publicado: 27/12/2008 02:40  Atualizado: 27/12/2008 02:40
Colaborador
Usuário desde: 23/01/2008
Localidade: Belo Horizonte - MG - Brasil
Mensagens: 1327
 Re: Ecos da alma
Os ecos da tua bela poesia me chegaram aqui de surpreendente forma. Belo poema Liliana. Parabéns.
Beijo.
Frederico.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/12/2008 02:47  Atualizado: 27/12/2008 02:51
 Re: Ecos da alma
Open in new window
Chegam-me afagos perpetuados nas distancias
abraços nas ondas nas cores dos lirios da paz
emanam raios reflectidos nas ondas celestiais
tocando-me o coração duro pela dor sentida
Segues-me quão farol guiando-me na vida

beijo azul...sempre!!

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 27/12/2008 15:13  Atualizado: 27/12/2008 15:13
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Ecos da alma
Liliana
Os ecos da tua alma
Chegaram-me devagarinho
Quase silenciosos

Entraram-me pelos olhos
Entranhando-se no meu ser
Que de imediato se rendeu
A esta tua sensibilidade
Tão leve
Tão cristalina
Como o azul daquela tela
Pendurada ali ao cimo...

"E nos caminhos livres de pedras aguçadas
Florescem flores campesinas
Perfumando o ar de doces brisas nocturnas
Transformando o silencio
Em acordes de violino vibráteis … "

Lindíssima esta passagem do teu poema!

Beijinho

Enviado por Tópico
AntóniodosSantos
Publicado: 28/12/2008 23:40  Atualizado: 28/12/2008 23:40
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1005
 Re: Ecos da alma
Poema lindíssimo de ternura e musicalidade...
É poema para reler várias vezes... para saborear cada palavra envolta em notas musicais desse violino imaginário...nesse "azul cristalino" e "brilhante do cosmos longínquo"...
Que maravilhoso estado de alma...
Parabéns Liliana...
Com um grande Xi-Coração


A.S.

Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 28/12/2008 23:43  Atualizado: 28/12/2008 23:43
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: Ecos da alma
Liliana:
Mas que bonito poema,cheio de ritmo,musicalidade.
Adorei.

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 29/12/2008 00:05  Atualizado: 29/12/2008 00:05
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Ecos da alma
Liliana,

Seu poema é lindo.

Beijinho

Enviado por Tópico
ana alves
Publicado: 29/12/2008 15:48  Atualizado: 29/12/2008 15:48
Da casa!
Usuário desde: 24/01/2008
Localidade: castelo branco
Mensagens: 391
 Re: Ecos da alma
OLA AMIGA...FUGI SO PARA TE DAR UM BEIJO E DESEJAR UM FELIZ ANO NOVO

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/06/2017 13:34  Atualizado: 15/06/2017 13:34
 Re: Ecos da alma
Hmm?

Envio 26/12/2008
Escrito a 26/12/09