https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

A Acomodação das Coisas

 

Tudo na minha cidade
Se acomodou.
As coisas acomodaram-se às coisas
As coisas às pessoas
As pessoas às coisas
E a elas mesmas..

Decidi deixar a cidade
Mas sem antes pôr tudo de pernas para o ar
Queria vingar-me da monotonia das coisas
Incendiar a nula sede das relações
Pretensiosamente inventar o ódio..
E, porque não, o amor..

Sou turista da destruição da minha cidade
Nunca tudo fora tão pacificamente belo
Nunca fora tão impossível de partir..
Contudo tão inevitável..

(Tirei uma última fotografia
E parti)

 
Autor
tiagonene
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2209
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 02/05/2007 23:09  Atualizado: 02/05/2007 23:09
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: A Acomodação das Coisas
(Tirei uma última fotografia e parti

Dois sentimentos opostos: a vontade de partir e a vontade reter num olhar aquilo que se deixa para trás.

Bem vindo a este espaço.
Gostei de ler!
Um abraço
Mel