https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Sombras

 
Tags:  desilusão    pão trabalho  
 
Restam sombras e sombras
Teres sido um dia, gente
Tal como gato amedrontado
Vives num mundo truncado
Na roda da vida desavindo
Não passas de um acanhado

De pão ganho com suor
Vives sem transpiração
Pedem-te alegria
de barriga vazia
Tiraram-te o certo
Vives no incerto

No teu olhar irmão
Impera a desilusão
Foi-se o emprego
Foi-se o teu pão
Qual pobre mendigo
Vives cerce ao chão

Homem de grande visão
Homem de bom coração
por uma qualquer razão
Reduziram-te a um pião
Sendo tudo tão indistinto…
Resta-te apenas o instinto


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2114
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
3
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Renata
Publicado: 18/02/2009 23:43  Atualizado: 18/02/2009 23:43
Super Participativo
Usuário desde: 14/02/2009
Localidade:
Mensagens: 138
 Re: Sombras
Para quem escreve sobre a desilusão como eu fiz, só poderia procurar outro poema desilusão.
O que diz é terrivelmente frustrante!
Poema triste as resvalar numa realidade cruel

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/02/2009 17:49  Atualizado: 19/02/2009 17:49
 Re: Sombras
O lirismo acentua a beleza com que te entregas de coração e alma.

Beijinho

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 28/02/2009 00:13  Atualizado: 28/02/2009 00:13
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Sombras
E o instinto ordena-lhe que tem de sobreviver!

Juvelina, um grande regresso que há muito aguardava com resignação e paciência...

Construiste um poema bem forte e bem actual e ao qual ninguém ficará indiferente, pois todos conhecemos a nossa triste realidade do mundo actual!

Bem hajas por teres voltado a postar algo de tanta qualidade como o é este poema teu.

Beijo