https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Natais

 
No aconchego
O amor vivenciado
Faz-nos sentir pecado
O Natal dos sem-abrigo.

Os natais deveriam ser iguais
Para uns e para os que tais
Todos tiveram um dia pais
O Natal destes que tais
É tudo menos que iguais

O brilhar de estrelas
Em todos os corações
Deveriam ser reais
Sendo todos iguais

Os natais da minha infância
De inocentes pais natais
Existindo menos ganância
Era um hino à criança

Não sendo abandonada
Não sendo estropiada
Não sendo maltratada
Mas antes acarinhada

Os natais, destas que tais
São tudo, menos natais…


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1215
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/01/2009 08:49  Atualizado: 08/01/2009 08:49
 Re: Natais
O teu poema realça a realidade dos dias em que vivemos. É só consimismo.

Genial

Bj

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 05/04/2009 18:34  Atualizado: 05/04/2009 18:34
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Natais
Em nome do consumismo, assim se pensa NA TAL data... Um abraçooo desde as Caldas da Rainha! Abílio