https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amizade : 

Destinos Fadados

 


Amiga quis eu ser
Não o quiseste cuidar
Senti-o no desvio do olhar

Meu caminho é solitário
Meu Ser mais pobre, triste
Meu olhar menos partidário

Foras tu andorinha
Eu seria o teu verão
Que escaldaria tua mão

Quis o mar que fosses navio
Aportasses longínquos portos
Meu coração ficou vazio
Ancorado noutros atavios


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1861
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 05/11/2008 21:12  Atualizado: 05/11/2008 21:12
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Destinos Fadados
Belo, Juve.
Nem sempre é como queremos

Bjs

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/11/2008 21:55  Atualizado: 05/11/2008 21:55
 Re: Destinos Fadados
Belo poema que torna a dor em esperança, talvez o navio volte ao porto seguro da tua alma.

Bjs

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 18/11/2008 21:32  Atualizado: 18/11/2008 21:32
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Destinos Fadados p/ juvepp
Oi minha querida amiga

Não é sempre que atracamos
no porto que queremos....
Lindo poema

Beijinhos no coração