https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Alma de mim

 
Tags:  saudade  
 


Quedo-me em cada amanhecer
Pelo canto de uma cotovia
Estando longe, está perto
Mas num tempo, incerto

Quedo-me em cada amanhecer
Por esta cativa que
Meu dia aprisiona
Em seu canto de cotovia

São meus dias nevoeiro
Sem os sons do seu canto
E lúgubre, sombrio
Num vazio de ti …
Quedo-me assim.

Sendo minha cotovia
A que eu mais queria
Estrela guia cintilante
de meus dias quebranto

Em cada amanhecer
Cotovia errante …
Meus olhos buscam
O encanto do teu canto.


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2767
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 12/04/2009 21:00  Atualizado: 12/04/2009 21:00
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Alma de mim
Vivemos por e para os (en)cantos! Páscoa Feliz! Abílio*

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 13/04/2009 19:06  Atualizado: 13/04/2009 19:06
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Alma de mim
Amiga
Uma cotovia troxe-me até aqui, com o seu canto...
Um canto doce e melodioso que me prometia um outro canto. O teu!
Um canto que me encantou desde o começo até ao fim

Um beijo