https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

segmentos

 
Que sei eu dos segmentos de recta.
Com pontos quase finais, na reticência.
Que códigos artisticos de morse, ou não.
Não sei nada de traços. Desenho mal.
Escrevo pior.
Os meus olhos, são apenas uns olhos.
A minha mente não é brilhante.
Não sei a arte da sedução.
Pouco sei das coisas.
As histórias que escrevo, não contam.
As palavras soltas, prendem-se.
Todas as ciências do mundo, não me
definem.
Não há encantamento, no que digo ou faço.
Nem a espada brilha.
Se tivesse de te segurar nos braços, não
chegaria a força.
Falo-te e nada te digo.
Não me chega a simpatia.
Levem-me toda a simpatia do mundo.
Tirem-me daqui toda a biologia acessa,
que já me queima.
Ignorem-me. Na transparência.
Num movimento,
lentamente apressado,
que é só teu.
Nosso,
nunca...

 
Autor
mjoao
Autor
 
Texto
Data
Leituras
549
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Filipe Ferreira
Publicado: 09/05/2007 17:49  Atualizado: 09/05/2007 17:49
Colaborador
Usuário desde: 08/10/2006
Localidade: Lavra-Matosinhos
Mensagens: 1047
 Re: segmentos
é o primeiro texto teu/seu que leio e posso dizer q adorei...que linda estreia no Luso-Poemas:)
parabens:)

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 09/05/2007 19:45  Atualizado: 09/05/2007 19:45
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: segmentos
Bem vinda ao nosso cantinho e parabéns pela tua escrita.

Abraço
Tália