https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

A Vil Força Dos Ódios!!!

 
Tags:  Revisado *  
 
Meu pensamento não corre em mim alado,
Atado sobre ideias, ambíguos riscos!
Mente com duvidosas nuvens dá coriscos,
Cogitar triste é sina, dá notas de fado!

Imagens abatem-se sobre o peito gelado,
Machucam de uma só vez, como mil picos!
O coração concebe tantos sobrepostos rabiscos
Como feridas onde se vê ensanguentado…

Razão cindida em intermitentes episódios!
Relâmpagos quase silenciosos ao atento ouvido,
Como brandos ecos, de trovões serôdios.

Outros se sentem além de cada sentido,
Me fazem oscilar com a vil força dos ódios,
Eclodem trevas até em cada sonho exercido…




Paulo Alves

 
Autor
PauloAlves
 
Texto
Data
Leituras
505
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
(re)velata
Publicado: 01/03/2009 14:38  Atualizado: 01/03/2009 14:38
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2009
Localidade: Lagos
Mensagens: 2181
 Re: A Vil Força Dos Ódios!!!
Poema forte, fruto de grande violência interior. Há dias assim... Gostei muito!


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 01/03/2009 16:25  Atualizado: 01/03/2009 16:25
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: A Vil Força Dos Ódios!!!
Teus sonetos estão cada dia mais intensos,
parabéns! bjs