https://www.poetris.com/
Sonetos : 

Onde Morre e Renasce o Amor !!!

 
O mais estranho prazer nos torna humano,
Viver com erro que com tempo se emenda,
O futuro que impensável gera enorme fenda
No peito, ausência num presente profano.

Corrói em dor um pensamento insano,
Ansiar o amor como maior oferenda,
O imaginar como incansável lenda
Mas o usar no quotidiano como mundano.

Beleza contada apenas em sonhos.
Prazeres doces em deleites medonhos!
Me fazem descrer de toda a emoção

Caminho por entre ideais enfadonhos
Esvaídos com a razia da sentida ilusão,
Onde morre e renasce o amor à luz da razão.


Paulo Alves

 
Autor
PauloAlves
 
Texto
Data
Leituras
50
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.