https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Porquê?

 
Porquê? só a morte de um amigo

Nos confunde em marés de emoções

Emolduradas com tantas e tantas questões

Numa partilha de tamanho castigo.



Numa impotência que nos condena

Nuns olhares de palavras mudas

Num apaziguar de bocas linguarudas

Ao pesar aquilo que não vale a pena.



Numa raiva onde desmoronamos

Numa vida demais injusta e atroz

Em lágrimas que nos abafam a voz

Numa verdade em que não acreditamos.



É essa a verdade que se atrasa

E nos encontra talvez mais tarde

Quando nos aperta a saudade

E por uns momentos nos arrasa.



É com muito amor que as evito

Esta verdade e a saudade em mim

A vida de um amigo teve um fim

Mas em minha alma o ressuscito.



Tenho-te bem vivo na memória

E o prazer de rever cada passagem

Com o mundo ouvinte da história

Que conto em tua homenagem.


bloackt


Nascer para ser feliz

 
Autor
bloackt
Autor
 
Texto
Data
Leituras
582
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.