https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Loucura

 
Tags:  tempo    palavras    roma    doces        linho  
 
LOUCURA

Foi o tempo de dormir de lã
Onde havia sonhos e loucura.
Onde me abria como uma romã
E tu disfrutavas com ternura.

Veio o tempo de dormir de linho
Onde havia a festa dos sentidos.
Onde louca percorria o caminho
Com palavras doces aos ouvidos.

Chegou o tempo de ficar acordado
A colorir o tempo de lembranças
Desse dormir doce, nesse passado.
Vislumbrando réstias de esperanças!

rosafogo



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
558
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.