https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

AMÁLIA... VOLTA!

 
AMÁLIA... VOLTA!
 
Porque já não escuto hoje
Ai! Amalia o teu cantar?
Onde subiu a tua Voz?
Por onde anda o teu olhar?

Com os olhos rasos de água
e de Almas despedaçadas
tantas teias de amargura
tanta Gente abandonada.

Volta...Amália!
Vem dos braços da morte
deixa a solidão das cinzas
e volta à nossa Sorte.

Deixa a escuridão do túmulo
Ai! E vem, que o Sol brilha
volta para o teu Povo
de quem tu és Filha.

(Escrito como homenagem ao Mito, à Deusa, à Diva.
À Amália do Povo).

RICARDO LOURO


Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1347
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 01/09/2009 18:43  Atualizado: 01/09/2009 18:43
Membro de honra
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8095
 Re: AMÁLIA... VOLTA!
Dava um belo fado. Também gosto da Amália. Abraço


Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 01/09/2009 19:20  Atualizado: 01/09/2009 19:20
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3531
 Re: AMÁLIA... VOLTA!
Não gosto muito de Amália (ai! que vou ser fuzilada), mas gostei do teu poema e da homenagem feita...porque quer queiramos ou não Amália, a Senhora Amália é um icon Lusitano e só por isso estou-lhe eternamente grata.


Beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/09/2009 22:37  Atualizado: 01/09/2009 22:37
 Re: AMÁLIA... VOLTA!
"VOLTA!
VEM DOS BRAÇOS DA MORTE
DEIXA A PODRIDÃO DAS CINZAS
E VOLTA À NOSSA SORTE."

Caro poeta gostei do poema,
e a nossa querida amália nunca morreu, está bastante viva nas nossas memorias e corações e mais importante no nosso fado e tradição