https://www.poetris.com/

 
Textos deste autor
Offline
Liliana Jardim
Tu pobre mortal
A vida é sonhar ou a realidade enfrentar É amar sinceramente ou odiar amargamente É solidariedade...
Enviado por Liliana Jardim
em 10/10/2011 20:27:35
Textos deste autor
Offline
Liliana Jardim
És a minha brisa
És a minha brisa que sopra de mansinho doces palavras de carinho mitigando a minha vida este meu ...
Enviado por Liliana Jardim
em 10/09/2011 00:52:36
Textos deste autor
Offline
Beija-Flor76
PASSO DE GIGANTE
PASSO DE GIGANTE Na face do tempo, no rosto do mundo Enrolo carpideiras mortalhas de choro E...
Enviado por Beija-Flor76
em 14/02/2011 17:46:42
Textos deste autor
Offline
MariaJoãoLeal
Metade de mim
Metade de mim É tua A parte que ri O meio que brilha Pedaço que vibra Perante a tua pintura A ou...
Enviado por MariaJoãoLeal
em 04/01/2011 14:21:23
Textos deste autor
Offline
Liliana Jardim
Silêncio profano
Corpos que se esgueiram na noite na escuridão do silêncio profano dispersam-se na vastidão conste...
Enviado por Liliana Jardim
em 16/12/2010 23:19:32
Textos deste autor
Offline
cleo
Breve relato da minha curta vida
Chamo-me Mariana e tenho oito anos de idade. Nasci a vinte e nove de Fevereiro de um ano qualquer...
Enviado por cleo
em 01/12/2010 23:11:17
Textos deste autor
Offline
Moreno
Portugal, um agregado de subservientes
Esta é a história de um rato-marrom fêmea que vivia feliz no seu reino roedor com uma colónia fi...
Enviado por Moreno
em 21/10/2010 16:27:03
Textos deste autor
Offline
miriade
NO ACME, A PEQUENA MORTE! (Homenagem ao dia internacional do orgasmo)
Refaço-me no fascínio da cerimônia que me eleva... Vai do coração ao que me ilumina a pupila em s...
Enviado por miriade
em 01/08/2010 00:17:10
Textos deste autor
Offline
Liliana Jardim
Sou ninguém
Sentes a suavidade da brisa roçando o teu semblante, nas madrugadas pardacentas deste Outono q...
Enviado por Liliana Jardim
em 27/07/2010 12:32:56
Textos deste autor
Offline
miriade
MUITO ALÉM DE UMA BOLA DE FUTEBOL!
A bola não é só um artefáto esférico,vai mais além... Além de ser objeto utilizado em prol do laz...
Enviado por miriade
em 14/06/2010 23:52:29
Textos deste autor
Offline
AnaCoelho
Muro de silêncio
Rompe-se o muro do silêncio arrancou-o assim o destino a hipocrisia foi afastada, envergonhada p...
Enviado por AnaCoelho
em 09/03/2010 13:48:26
Textos deste autor
Offline
visitante
Ouve, Poeta
Ó poeta que és pateta, Deixa que a tua mão erecta E despojada de vaidade Aos quatro ventos brade!...
Enviado por visitante
em 05/11/2009 16:53:19
Textos deste autor
Offline
miriade
AUTOCONFIANÇA!
Eu comigo mesma no meu maior apreço Eu em minha consideração,valiosa essencial. Eu em meu favoráv...
Enviado por miriade
em 02/09/2009 07:02:44
Textos deste autor
Offline
miriade
A ARTE IMITA À VIDA!
<a href="http://photobucket.com/images/mascaras" target="_blank"><im...
Enviado por miriade
em 25/08/2009 18:52:55
Textos deste autor
Offline
visitante
Ouve, Poeta...
Ó poeta que és pateta, Deixa que a tua mão erecta E despojada de vaidade Aos quatro ventos brade!...
Enviado por visitante
em 04/02/2008 13:14:47