https://www.poetris.com/

 
Textos deste autor
Offline
Conceição Bernardino
Saturnal
Guardo a lua nos olhos e dou-me aos gestos da noite como uma simples alma que adormece inquiet...
em 16/09/2013 22:00:19
Textos deste autor
Offline
MathildeGonzalez
Lágrimas de dois gumes
A noite descia suavemente sobre os meus pés dormentes de tanto caminhar em vitrinas pardas, aga...
Enviado por MathildeGonzalez
em 30/08/2013 18:41:24
Textos deste autor
Offline
Carlos_Val
Trazes nos bolsos vazios a poesia
Nas gretas das pedras descansa o sonho E o medo que trazes nos bolsos vazios Rendilha a poesia ...
Enviado por Carlos_Val
em 30/08/2013 18:16:19
Textos deste autor
Offline
Conceição Bernardino
Nonsense
É na esquina do tempo que calo o desequilíbrio da voz apressada nas veredas da incerteza. ...
em 30/08/2013 18:10:02
Textos deste autor
Offline
Conceição Bernardino
Estremecerei árvore a árvore até que os pássaros acordem
Estou cansada de escrever poemas na privada. Como eu queria não pensar em nada, deambular pel...
em 29/08/2013 18:41:46
Textos deste autor
Offline
MathildeGonzalez
Sinto o gosto da ferrugem a estalar-me nos ossos
A memória revela-me fotos que nunca tirei, guardo-as uma a uma num canto do córtex onde os esti...
Enviado por MathildeGonzalez
em 27/08/2013 00:04:45
Textos deste autor
Offline
Carlos_Val
Câmara lenta
O frio corta em câmara lenta Os pedaços de papel Que guardo na última gaveta. Já não sinto os...
Enviado por Carlos_Val
em 26/08/2013 23:57:34
Textos deste autor
Offline
Conceição Bernardino
Por onde andas, Portugal?
Que puta de paz é esta que deixa as bocas morrerem à fome e o desespero entrelaçar-se nos dente...
em 26/08/2013 23:52:22
Textos deste autor
Offline
MathildeGonzalez
Retalhos II
Alguém me disse um dia, que a alma não tem lados, reflecte-se na retina, num foco de luz. Assim...
Enviado por MathildeGonzalez
em 23/08/2013 12:33:37
Textos deste autor
Offline
Carlos_Val
Dói-me esta nudez onde o cio se agasalha
Visitam-me de manhã muito cedo, os medos, Vêm devagar, acordar os delírios de luz Em feixes de ...
Enviado por Carlos_Val
em 23/08/2013 12:27:13
Textos deste autor
Offline
Conceição Bernardino
Ah, chulos de merda
Essa essência por quem me tomais cheira-me a esterco. Ah, palheiro maldito que vos arde na goe...
em 23/08/2013 12:01:32
Textos deste autor
Offline
MathildeGonzalez
Retalhos I
Hoje o sono profundo borda-me as pestanas com fios de ...
Enviado por MathildeGonzalez
em 15/08/2013 21:11:08
Textos deste autor
Offline
Carlos_Val
Profundidade
Encolho-me nos teus braços Como uma folha de papel de seda Neste mundo costurado de ausências, ...
Enviado por Carlos_Val
em 15/08/2013 21:07:56
Textos deste autor
Offline
Conceição Bernardino
não há relógios neste país
Pernoito na precária vida à procura dos andaimes onde me construí, das pálpebras de cal a erg...
em 15/08/2013 21:05:59
Textos deste autor
Offline
MathildeGonzalez
Génesis
na hora que lhe cravaram os espinhos, foderam-me sem piedade. - sangramos os dois – Anno domini...
Enviado por MathildeGonzalez
em 14/08/2013 15:10:07
Textos deste autor
Offline
Carlos_Val
…segredam-se
Vem deitar-te comigo no leito dos amantes Para que a madrugada não solte o gemido Do ciúme da...
Enviado por Carlos_Val
em 14/08/2013 15:03:05
Textos deste autor
Offline
Conceição Bernardino
reedito
- Apelem ao amor! ...enquanto me reproduzo no altar, hipocritamente amando, o sexo dos anjos Co...
em 14/08/2013 12:34:13