https://www.poetris.com/

 
Offline
QUICAS
(sorriso)
frio está frio, na estrada, nos pés descalços do menino que sorri: um sorriso triste, simples, di...
Enviado por QUICAS
em 23/01/2012 20:29:35
Offline
QUICAS
Se tu soubesses, meu amor...
embalado nas ondas do mar, calmo e silencioso, em noite calma de verão, cantei à lua, pensando em...
Enviado por QUICAS
em 21/01/2012 20:54:32
Offline
QUICAS
Assim, assim
Em tempo de ser Que não sente Ou espera, assim O presente Ausente Brinca: assim! Neve que se esv...
Enviado por QUICAS
em 20/01/2012 23:06:29
Offline
QUICAS
Vidas primaveris
amanheceu crivado de andorinhas, o céu azul do meu jardim: voo picado sobre as árvores, quietas, ...
Enviado por QUICAS
em 19/04/2010 23:17:40
Offline
QUICAS
Sonhando acordado
Tarde perdida nos dias, sem dia: incerto algarismo na conta incontável,dos dias perdidos, sem tar...
Enviado por QUICAS
em 17/03/2010 02:14:37
Offline
QUICAS
Presente
eu luto dia a dia entre primaveras por manter a jovialidade que permite renascer a cada dia c...
Enviado por QUICAS
em 13/03/2010 17:33:57
Offline
QUICAS
O grão de areia
era uma vez um ínfimo grão de areia um daqueles triliões e triliões que, por ali, na fronteira e...
Enviado por QUICAS
em 22/02/2010 16:21:56
Offline
QUICAS
Primavera
Era um recanto de jardim florido, como se espera, em manhã de primavera! A sinfonia de cores anun...
Enviado por QUICAS
em 20/02/2010 23:03:01
Offline
QUICAS
Donzela formosa
Oh donzela mais formosa das que vê o azul do céu: de ciúmes chora a rosa invejando o encanto teu!...
Enviado por QUICAS
em 20/02/2010 17:33:22
Offline
QUICAS
Hino à minha amada
Que importam as lindas flores, as aves voando ao céu, que importa o sol, as estrelas, se tudo o q...
Enviado por QUICAS
em 19/02/2010 16:59:08
Offline
QUICAS
Saudades do meu amor
Quando a distância enlaça os corações e, de um sorriso, só vive a saudade, tão leve é o brilho de...
Enviado por QUICAS
em 19/02/2010 16:50:53
Offline
QUICAS
Mensagem ao meu amor
Meus olhos, voando, andaram com o Sol, para poente, apagado, mas contente da luz, que os teus lhe...
Enviado por QUICAS
em 18/02/2010 17:25:49
Offline
QUICAS
Cantiga de Amor
Mote A flor que vi em botão roubou o meu coração! Glosa Já findava a Primavera, de mim, tão que...
Enviado por QUICAS
em 18/02/2010 17:09:39
Offline
QUICAS
Retrato
Pensamentos que se cruzam: encontro, talvez! silêncio, ausência presente, convergência: um ponto ...
Enviado por QUICAS
em 18/02/2010 16:59:09
Offline
QUICAS
O mundo é belo
A chuva que cai e bate, forte, na minha janela, o vento que passa e abana as cortinas do meu quar...
Enviado por QUICAS
em 17/02/2010 17:52:26
Offline
QUICAS
Desilusão - poema sem nome...
Quando te vi não quisera ver-te, embora o desejasse: quão bom era estar à espera mas, melhor fora...
Enviado por QUICAS
em 17/02/2010 17:39:25
Offline
QUICAS
Volta amor
Doce amor que, em sonhos beijo, que será feito de ti? Eu te amo: como, então, quase creio te perd...
Enviado por QUICAS
em 17/02/2010 17:31:25
Offline
QUICAS
Os dias são sempre depois dos dias
Os dias são sempre depois dos dias e, entre eles, as noites, os sonhos, o acordar? e a esperança?...
Enviado por QUICAS
em 16/02/2010 00:31:58
Offline
QUICAS
IN MEMORIAM
hoje o céu até pode mostrar todo o seu esplendor... por entre as aves, vivo que nem elas, abarcas...
Enviado por QUICAS
em 16/02/2010 00:29:55
Offline
QUICAS
SE
SE, ao menos, puder imaginar e encontrar-me e encontrar-te e, talvez... (quem sabe?)...SER Se ao...
Enviado por QUICAS
em 15/02/2010 01:15:32