https://www.poetris.com/

Poemas, frases e mensagens de FátimaAbreu

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de FátimaAbreu

HOJE É MEU ANIVERSÁRIO: 19 DE MAIO!

 
MINHAS PRIMAVERAS CHEGARAM
HOJE É MEU ANIVERSÁRIO!
BOLO, AINDA NÃO TENHO
SÓ SE ALGUÉM AINDA ME FIZER UMA SURPRESA...
TEM O DIA INTEIRO PARA ISSO...
NÃO IMPORTA!
BOM
É TER AMIGOS, COMO TENHO!
HOJE, AO ABRIR O ORKUT, ESTAVAM LÁ MUITAS MENSAGENS DE FELICITAÇÕES
MENSAGENS FONADAS TAMBÉM RECEBI...
BOM SABER QUE LEMBRAM DE MIM...
E E-MAILS TAMBÉM ME ENVIARAM...
GRATA FIQUEI!
AGORA ESPERO QUE DEUS ME DÊ SAÚDE E PAZ
PARA MAIS OUTROS ANOS VINDOUROS...
QUE EU TENHA SEMPRE MEUS AMIGOS
POIS VALEM OURO!

AOS AMIGOS O MEU MUITO OBRIGADA! POR LEMBRAREM DESSA DATA...
 
HOJE É MEU ANIVERSÁRIO: 19 DE MAIO!

Lágrima de amor ( Fátima Abreu e Vóny Ferreira )

 
Senti a lágrima a escorrer pelo rosto
Inevitável sentimento de desgosto
O seu cheiro ainda está em meu corpo
Acalentado antes, por seu carinho
(Fátima Abreu)

Triste é a sina de quem tanto ama
Corre-se como o vento por um amor eterno
Permanece na alma uma luz que ilumina
E se o amor acaba…
Ficamos como cacto no deserto.
(Vóny Ferreira)

Agora, desaguo em prantos
Meu doce amor se foi...
Partiu sem motivo aparente
Como chuva que cai de repente...
Saiu batendo as portas
Deixando aqui, um coração magoado.
(Fátima Abreu)

Agora, sou como gaivota que perdeu o norte
As ondas fustigam o mar da minha esperança
A tua ausência, amor, é como uma lágrima triste
Que cai sorrateira e molha sem beijos a boca!
(Vóny Ferreira)

Por palavras ríspidas, machucado...
Saiu como um furacão
Que acaba com tudo
Em uma só invasão...
Saiu, sim, mas está na memória
Quantos momentos lindos, meu Deus!
Quantas vitórias!
(Fátima Abreu)

Quantos sonhos, quantas esperanças
E com esse abandono tudo sai mutilado
Ah, diz-me, porquê.. meu amado
Se o amor é uma semente que nos acalenta!
(Vóny Ferreira)

Cada segundo foi provado
Com excelente sabor
Em meu ninho, fez-me feliz
Com teu lindo amor...
Agora vai, sem deixar rastro
Será que tudo foi em vão?
Ou será que me enganei
E seria apenas paixão?"
(Fatima Abreu )

Com muito carinho, agradeço à amiga Vóny, pela parceria desse poema...
 
Lágrima de amor ( Fátima Abreu e Vóny  Ferreira )

O PORTAL

 
Ela espreitava o que acontecia naquele momento:

Dois rapazes e uma moça conversavam animadamente até encontrar uma muralha branca que deveria ter sido pintada de cal.

Diante do trio ela se erguia imponente como uma fortaleza medieval.

Os rapazes avistaram uma porta (ou portal) tão imensa quanto a muralha que a incrustava.

Sem esperar, uma luz branca surgia, vinda daquela porta.

Os rapazes colocaram as mãos sobre os olhos, tal a luminosidade que saía do local.

A moça incrivelmente não fazia isso. Eles se espantaram e um deles a perguntou:

-A luz não dói em seus olhos?

- Não, vocês devem ter fotofobia. A mim, não incomoda nada!

Eles forçaram a porta para tentar entrar, em um ímpeto de curiosidade, e por mais que forçassem de nada valia...

A moça abriu caminho entre eles e apenas empurrou com suas mãos (numa leveza de fada), e a porta instantaneamente se abriu.

A moça entrou e eles ficaram de fora, surpresos com a coragem que a amiga tinha, diante do desconhecido.

Nesse momento, o portal fechou-se novamente.

A moça ficou do lado de dentro, e eles nervosos, batiam novamente na porta na ilusão que ela se abriria...

Diante deles, surgiram insetos enormes, vindos de todos os lados e cobriram o portal.

Não havia mais nada a ser feito: Era sem dúvida, um portal que somente um coração puro e destemido poderia entrar.

O de Clarisse.

E a outra moça, que a tudo assistira desde o começo, acordava do sonho*, para mais um dia no mundo sem fadas.

Fátima Abreu

*Baseado em um sonho de minha filha Catarina Abreu
 
O PORTAL

EM TI

 
EM TI
 
EM TI, ME ENCONTREI...
EM UM MUNDO DE POESIA, VIAJEI...
AS PALAVRAS, FLUIRAM MELHOR!
QUANDO DE AMOR,
TRANSBORDEI...

AH, QUERIDO!
SEJA MEU AMIGO, EM PRIMEIRO LUGAR
OS SENTIMENTOS DESPERTAM
AS PALAVRAS SAEM
AS LINHAS, SE ACERTAM...

QUERIDO, SEJA MEU ABRIGO,
JAMAIS MEU INIMIGO...
ACARINHO-TE TODOS OS DIAS
DEIXANDO CÁ, MINHAS LINHAS
TÃO TUAS E MINHAS...

BEIJO-TE COM MEUS VERSOS
FAÇO CARINHOS COM AS PALAVRAS
ACOMPANHO-TE EM TODOS OS LUGARES
FAZ DO TEU PENSAMENTO, A MINHA CASA...

EM TI DESCOBRI:
MUNDO NOVO, A SE ABRIR
EM TI SEMPRE FICAREI...
ENQUANTO PERMITIR ESTAR,
DO TEU LADO,
EM COMPANHIA,
AQUI, TODOS OS DIAS...
 
EM TI

BOA TARDE, MEU AMOR!

 
Boa tarde, meu querido
Meu doce
Está trabalhando muito?
Esse corre-corre
Não te deixa descansar
Passei aqui só um minutinho
Para poder te olhar...
Deixa que eu te dê um beijo
Ninguém vai olhar
Será discreto, eu prometo
Nada que te faça despertar...
Será assim rápido
Para que ninguém note
Afinal está cercado
Por toda parte...
Um suspiro ao ouvido
Deixa eu te dar
Só para te fazer um carinho
É você me desejar...
Agora vou
Não quero mais te atrapalhar
Só quero que saiba
Que estarei em casa
Para te amar...
À noite, quando voltar
E será um amor delirante
Coberto por todo o meu desejo
Esse, que me deixa úmida
À espera de teu beijo...

Uma tarde para instigar...
 
BOA TARDE, MEU AMOR!

ALMA DOCE DE OLHOS MAREJADOS

 
ALMA DOCE DE OLHOS MAREJADOS
 
Beira o abismo
aquela doce alma que tanto sofre
beira o abismo
de seus proprios sentimentos
alma doce, se comove...
beira o abismo, não se decide
a solução se faz iminente
mas que dúvida!
pára ou segue em frente?
seria melhor seguir o ditado que diz:
"Antes só, que mal acompanhado?"
ou aquele:
"Ruim com ele, pior sem ele?"
dois ditos populares que se contradizem!
e alma doce vagueia...
não tem escolha certa.
deixa os cabelos voarem com o vento
tira dos lábios, um murmúrio, um lamento...
ah, como queria ter todas as respostas!
perder o medo de dizer certas coisas,
alma doce, não gosta de magoar.
mas ela mesma traz a mágoa para si,
é quando seus olhos marejados,
não deixam a boca sorrir...

FÁTIMA ABREU
 
ALMA DOCE DE OLHOS MAREJADOS

ROSAS ACORRENTADAS

 
ROSAS ACORRENTADAS
 
ROSAS ACORRENTADAS ...

ROSAS PEDINDO LIBERDADE!
O ORVALHO NÃO É MAIS COMPANHEIRO
DESDE QUE FORAM PELA MANHÃ, COLHIDAS
TORNARAM-SE PRESAS
VÍTIMAS DAS CORRENTES
UM DOCE BUQUÊ, NÃO PODE ASSIM SE MANTER...
LIBERDADE PARA AS ROSAS!
E QUE CAÍAM SOBRE ELAS,
O ODOR FORTE
DO CAMPO,
ONDE FORAM
TÃO TRISTEMENTE SUBTRAÍDAS...

ROSAS, SÃO MULHERES
QUE QUEREM DAR UM BASTA,
REPRESENTADAS PELA SUAVIDADE
DO BUQUÊ
E QUE DIGAM NÃO, À VIOLÊNCIA!
QUE AS CORRENTES SE QUEBREM,
DEIXANDO CADA BOTÃO CRESCER...

FÁTIMA ABREU

VISITE: http://fatuquinhaorganizaseular.blogspot.com/
COM CERTEZA NÃO VAI SE ARREPENDER!
 
ROSAS ACORRENTADAS

MUNDO DEVA

 
MUNDO DEVA
 
Nina nunca deixou de acreditar no mundo das fadas. Mesmo quando o resto das pessoas à sua volta, achava que isso era apenas fantasia de livros infantis e filmes feitos em Hollywood.
As coisas sumiam, ela dizia que foram os duendes ou gnomos.
Uma maçã aparecia comida, eram eles também...

Pediu aos seus pais quando mudaram para a casa que compraram, para fazer um imenso jardim.
Sabia: Seres do mundo Deva, ( assim é chamada a dimensão paralela e invisível desses elementares da natureza) adoravam povoar locais de muito verde e flores.

Ah, mas, as fadas! Essas que povoavam seus sonhos de meninice, nunca lhe faziam visitas!

Os pais atenderam seu pedido. O jardim foi providenciado.
Fizeram uma festinha de inauguração da casa, para os familiares conhecerem seu novo lar.
Nesse dia, ela enfim teve o encontro tão sonhado:
Ao brincar com os balões da festa, correndo de um lado para outro, com seus primos, ela deixou alguns escapar de suas mãos. Correu frenética para alcançá-los antes que voassem longe.
Quando chegou em certo ponto, parou em frente à uma árvore frondosa que já era centenária naquela propriedade, e lá estava para sua surpresa, uma linda e etérea fada.
Possuía tatuagens brilhantes, vestia-se apenas com pedrarias coladas ao corpo de forma a cobrir sua intimidade. E as asas? Perfeitamente translúcidas e brilhantes, com um tom azul turquesa e nuances em lilás.
Trazia um flor cor de rosa, em seus lindos cabelos de tom castanho claro.
Nunca os adultos iriam acreditar!
Enquanto seus pais conversavam não muito longe, satisfeitos com a festa, ela sorrindo, desenvolveu um diálogo com a elementar dos bosques e jardins:

- Eu sabia! Um dia uma de vocês apareceria para mim!
- Estamos muito felizes com essa nova morada. Sempre que fazem um jardim como esse, alguns de nós vem habitar. Pena que em seu mundo, a maioria das pessoas por não acreditar em nossa existência, não faça tantas áreas verdes e floridas como essa... Vivemos em uma realidade paralela à sua, podemos vê-los sempre, mas, somente alguns de vocês nos veem. Precisa-se acreditar e ter um coração e mente abertas.
- Ah, eu sei disso! Leio tanto sobre fadas e duendes que já sei tudo sobre o seu mundo Deva...
- Pequenina, não pense que sabe tudo. Ninguém sabe nada do que existe no Universo.Os homens escrevem, mas, nunca estiveram em nosso meio, tampouco nos outros mundos, portanto, como saber o que realmente existe? Assim é com tudo na vida terrena. Uma lição eu te dou:
Nunca acredite em tudo que lê, nem no que dizem. Desconfie sutilmente.O chamado mundo real, é coberto de falcatruas e enganos. E existem muitos homens maus que se aproveitam da inocência de muitas crianças para fazerem coisas terríveis!
- Obrigada pelo seu conselho. Posso saber seu nome fadinha?
- Meu nome é aquele que quiser me dar. Cada fada protege uma criança, e ela tem direito de escolher o nome que mais gostar. Como uma boneca, entende?
- Sim! Então deixa ver... Hum... Que tal Nicole? Eu não tenho nenhuma boneca ainda com esse nome...
- Então serei Nicole para você. Não conte a ninguém, não iriam acreditar.
- Tá bem. Poderei te encontrar de novo?
- Estarei aqui no jardim, mesmo que não me veja mais.
- Que bom! Tá certo. Agora eu vou, por que eles devem estar achando que eu demoro...
- Vá, criança.

Nina saiu correndo de volta para a festinha, e a fada ainda ficou de longe acenando até desaparecer atrás da árvore.
Dias depois, olhando um álbum de família com sua mãe, que procurava uma foto específica para retirar e escanear, ficou boquiaberta com o que via:

-Mamãe, eu não sabia que conhecia Nicole! Quem tirou essa foto dela? Parece bem antiga...
- Como você sabe que sua avó se chamava Nicole?! Eu nunca disse. Minha mãe morreu nova, assim que nasci. Fui criada somente pelo meu pai.
- Mas mamãe, a Nicole é minha fada protetora, como poderia ser minha avó?
- Lá vem você Nina, com essa coisa de fadas! Só estranho saber o nome dela... Seu nome é Nina em homenagem à minha mãe que nunca pude conviver para conhecer...
- Mãezinha, eu escolhi o nome da minha fada.

Elas ficaram olhando uma para a outra, em um silêncio que só confirmava o que era verdade:
Cada ser (espírito) se plasma da maneira que quiser, e aproveitando que Nina gostava de fadas, sua avó, que morrera de parto jovenzinha, achou agradável satisfazer a ânsia da menina.

Fátima Abreu Fatuquinha
 
MUNDO DEVA

QUEM ME DERA, AMOR...

 
QUEM ME DERA, AMOR...
 
AH, QUEM ME DERA, AMOR!
PODER ESTAR NOS TEUS BRAÇOS,
ENVOLVIDOS, TU E EU
EM DELICIOSOS LAÇOS...

TE DIZER BAIXINHO,
AO PÉ DO OUVIDO,
QUE QUERO ESTAR CONTIGO...

AH, QUEM ME DERA AMOR!
PODER SACIAR A TUA SEDE
ENVOLVER=TE NA MINHA REDE...

DEPOIS, DE CADA MOMENTO VIVIDO
PODER DIZER:
QUE BOM TER ACONTECIDO!

SENTIR TUA PELE COLADA, À MINHA
FAZER A NOSSA PRÓPRIA REALIDADE,
E NADA MAIS SERÁ
QUE PURA VONTADE...

ENTREGO-ME NESSES MOMENTOS DE PAIXÃO,
QUANDO TÃO SOFRIDO CORAÇÃO,
CLAMA POR AMOR!
A CARÊNCIA DA ALMA
ESTIMULA O CORPO,
A TUA ENTRADA:
ESTRADA NUA...
AGORA, FAZ-ME NOVAMENTE TUA!

FÁTIMA ABREU
 
QUEM ME DERA, AMOR...

CONTE COMIGO, MEU AMIGO...

 
Quando a tempestade passar
O céu colorir
Em um lindo arco-íris
Aqui vou estar
Abrigo para os teus "ais"
Serei eterna amiga
Eterna confidente
Assim como quero mesmo de você
Sentimentos confusos
Em uma mente confusa
Assim é você
Não sabe bem o que fazer
Para que te deêm o que tanto quer
Mas, meu amigo
Tanto quer
Tanto vale
Espere, mas espere confiante
Um dia, você consegue...
Quando isso acontecer
A amiga de sempre
Estará aqui
Para você contar
E com muito prazer
Te escutar...
A vida é assim mesmo
Cheia de nós, bem atados
Mas quando percebemos
Como um passe de mágica
Ele começa à desfazer
Pense nisso, meu amigo
E pare já de sofrer...
Serei a mão estendida
Para seu problema acalentar
Agora, dê a volta por cima
Esperança, há...

UMA AMIZADE DE CUMPLICIDADE TOTAL...
 
CONTE COMIGO, MEU AMIGO...

O VALOR DA COMPREENSÃO

 
O VALOR DA COMPREENSÃO, ESTÁ EM ENTENDER PRINCIPALMENTE O QUE SEU SEMELHANTE QUER EXPRIMIR...
SEJAM POR GESTOS, PALAVRAS, AÇÕES...
INFELIZMENTE, A INCOMPREENSÃO CORRE SOLTA PELO MUNDO...
GERANDO DISCÓRDIA, GUERRAS, PROBLEMAS À TODA PROVA...
O FATO DESSA OU AQUELA PESSOA, PENSAR DIFERENTE DE VOCÊ, NÃO QUER DIZER QUE ELA SEJÁ MÁ...
BASTA TENTAR ENTENDÊ-LA, E POR QUAIS MOTIVOS ELA É ASSIM...
TALVEZ UMA AUTO ANÁLISE CAIA BEM: ANTES DE JULGAR AOS OUTROS, OLHE PARA DENTRO DE SI, E VEJA PRIMEIRO O QUE HÁ DE ERRADO, COM VOCÊ...
SE HOUVESSE MAIS COMPREENSÃO O MUNDO ESTARIA SALVO! MAS ISSO É PURA UTOPIA, DE UMA MENTE COMO A MINHA...
QUE ENXERGA ALÉM DO SEU TEMPO...
E POR ESSE MOTIVO, TALVEZ, EU SEJA TÃO INCOMPREENDIDA E CRITICADA...
MAS NÃO HÁ DE SER NADA!
AS CRÍTICAS DOEM NO MOMENTO, MAS FAZEM COM QUE TOMEMOS MAIS FORÇA, PARA AS PRÓXIMAS...
E ASSIM EU SIGO... AGRADAR GREGOS E TROIANOS É DIFÍCIL!
MAS QUE SEJA... AQUI VOU FICANDO...
NA "BRIGA" DE FORÇAS IGUAIS, MAS CONTRÁRIAS EM PENSAMENTO, O LADO DOS QUE ME QUEREM BEM, GRAÇAS À DEUS, É BEM MAIOR!!!
QUE VENHAM AS CRÍTICAS, SOU FORTE!
AGUENTO... BAMBEIO, MAS NÃO CAIO...
 
O VALOR DA COMPREENSÃO

PÉROLAS, APENAS PÉROLAS...

 
PÉROLAS, APENAS PÉROLAS...
 
A areia se encaminha
Levada pelos seres marinhos...
Encontra então, seu destino natural
A 'casa' que irá lhe abrigar
Do frio, do mar...

A concha, cravada no fundo do oceano
Transforma-se em moradia
Grãos de areia, tornam-se pela natureza,
Pérolas, de magia...

Cobiçada, desejada pérola
Adorno reluzente
A pérola,
Que a areia, foi sua semente...

Pela ação do tempo,
Ela se formou...
Pérolas, que o pescoço emoldura,
No colar mesclado:
Pérola branca, minha, nua...
Pérola negra, beleza tua...

Fátima Abreu
 
PÉROLAS, APENAS PÉROLAS...

Um ano por aqui!

 
Um ano, por aqui
Hoje faço
E aqui conquistei muitos amigos
Nesse espaço...

Há certamente os que de mim tem reticências...
Mas não ligo, tenho muitos amigos!
Eles me valem por ficar aqui
É claro que uso do site, pra divulgar os meus escritos
Mas para mim, aqui é muito mais que isso!
Aqui coloco meus momentos de tristezas, alegrias, desejos, fantasias...
E quando alguém vem me comentar
É com muita satisfação
Que recebo meus colegas poetas
Ainda que tenha um ou outro que não goste de mim
Vale mais a amizade dos amigos que tenho, enfim...
Por isso fico aqui!
Vou ficando...
Não sei até quando
Até o dia que Deus quiser
E assim permitir
Fico por aqui...
E nesse um ano, de luso-poemas
Minha história de vida, um pouco contei
Quem observa meus poemas com atenção
Já sabe um pouco de mim, então...
E sabe também da eterna procura pelo amor
Que muitas vezes me desiludi
Outras, faz-se sentir...
Bem, que outros anos venham!
Deixo um beijo doce
Para meus leitores
E para meus colegas poetas também
E até para aqueles que me criticam pelo erotismo
Sei que dentro deles na verdade, se deliciam...
Com minhas palavras até se fartam
Em desejos escondidos, liberam a libido...
Beijos e beijos, à todos!
Dessa poetisa que vai ficando por aqui
E quero muito mais amigos, conseguir...
 
Um ano por aqui!

O TEU OLHAR

 
O olhar é o espelho d'alma,
Já diz o ditado popular
Mas teu olhar, cativa diferente
Entende o meu, navega em meus mares
Cria as minhas expectativas
O teu olhar é por vezes, misterioso...
Assim defino
E como o meu olhar
Procura os teus olhos
Para juntos fugirmos de outros olhares...
Sim, fugimos de todos
Escondidos ficamos
E nossos olhares se entendem
São cúmplices nesse momento...
Segue teu instinto
Continua nossa dança
Mesmo que ali, nossos olhares
Se fechem rapidamente
Para sentir melhor o sabor do desejo
Envolvidos estamos entre bocas, olhares
Que dizem tudo...
As palavras não são precisas
No silêncio da manhã
Ou no cair da tarde...
Só preciso, do teu olhar...

UM OLHAR É O SUFICIENTE, PARA O ENVOLVIMENTO...
 
O TEU OLHAR

CORA CORALINA

 
CORA CORALINA
 
PARA QUEM NÃO A CONHECEU
UM POUCO DE CORA, EU LHES OFEREÇO:

CORA, ANCIÃ DAS LETRAS
MULHER DE MUITAS FACETAS...

SEU NOME, ERA EXTENSO,
E NÃO CABIA NA CAPA DOS LIVROS
A POETISA, RESOLVEU MUDAR:
ESCOLHEU O NOME DE CORA CORALINA
ERA MAIS FÁCIL DE GRAVAR!

CORA ERA HUMILDE, UMA PESSOA SIMPLES...
DESCREVIA EM SEUS CONTOS E POESIAS,
O DIA A DIA, DO SEU LUGAR:
COISAS COMUNS, GANHAVAM VIDA!
NAS PALAVRAS E LETRAS
DESSA SÁBIA POETISA!

CORA TECIA VERSOS,
LETRAS TOMAVAM FORMA,
NA PENA DESSA ANCIÃ.
UM DIA, SAIU DE SUA CIDADE
E CHEGOU À SÃO PAULO...
MAS SUA VERDADEIRA VONTADE,
ERA COMPRAR A CASA
QUE VIVEU A MAIOR PARTE DE SUA VIDA:
EM GOIÁS...
DESDE QUE ERA BEM PEQUENINA,
E TINHA SONHOS DE MENINA...

CORA, ERA DOCEIRA TAMBÉM!
FAZIA SUAS POESIAS E DOCES PARA CONSEGUIR COMPRAR A TAL CASA,
QUE HOJE, É UM MUSEU!
EM HOMENAGEM À ANCIÃ POETISA,
QUE COM SEUS CABELOS BRANCOS E RUGAS
TRAZIA VIDA,
ÀS LETRAS QUE ESCREVIA...

CORA VIVEU BASTANTE!
VIA-SE EM SEU SEMBLANTE.

MARCADA PELO TEMPO,
DELA, VINHAM LINDOS PENSAMENTOS!
SÁBIA, AMIGA, GENTIL...
SIMPLICIDADE ERA SUA MARCA.
VIA NAS COISAS COMUNS, CERTA MAGIA
PASSAVA ISSO, PARA SUA LINDA POESIA...

CORA TINHA COMO OBJETIVO
LEVAR ÀS PESSOAS, DESCRIÇÕES DE VÁRIOS MOMENTOS:
ERA CONTISTA, COMO NINGUÉM!
CORA, NOS DEIXOU, SEU MAIOR BEM:

A FIGURA DE CABELOS BRANCOS, QUE RESPIRAVA VERSOS
QUE FAZIA DAS LETRAS, SEU MAIOR UNIVERSO.

ESSA É UMA HOMENAGEM À CORA
QUE AGORA, O CÉU, DECORA...

FÁTIMA ABREU
 
CORA CORALINA

COMENTAR OU NÃO COMENTAR? EIS A QUESTÃO...

 
Observando certos pontos aqui no luso poemas, decidi escrever sobre isso:

QUEM ENTRA COMO NOVATO AQUI É FACILMENTE PROCURADO EM SEU PERFIL.

QUEM FAZ COMENTÁRIOS COM FREQUÊNCIA EM OUTROS AUTORES, É CERTAMENTE COMENTADO NO SEU PRÓXIMO TEXTO...
QUEM QUASE NÃO COMENTA, COMO EU, QUASE NÃO TEM COMENTÁRIOS EM CONSEQUÊNCIA DISSO...
CONCLUÍ QUE EXISTE UMA "TROCA DE GENTILEZAS", POR ASSIM DIZER.

OS MAIS ANTIGOS AQUI, SÃO COMO FUNDADORES, VIRARAM ÍCONES A SEREM SEGUIDOS.

A POESIA ERÓTICA E OS CONTOS ERÓTICOS COMO OS QUE ESCREVO, JÁ SÃO DEIXADOS DE LADO, APENAS SENDO LIDOS PELOS NOVATOS, À TÍTULO DE CURIOSIDADE...
ENGRAÇADO, QUANDO ESCREVO PARA O RECANTO DAS LETRAS, OCORRE JUSTAMENTE O INVERSO!
LÁ, ELES LEEM MAIS OS ERÓTICOS SEJAM CONTOS OU POEMAS.
EM CONTRAPARTIDA, OS MEUS OUTROS TEXTOS, AS CRÔNICAS, HUMOR, POESIAS ECOLÓGICAS, REFLEXIVAS POR EXEMPLO, SÃO POUCO LIDAS...
ESTRANHO O LEITOR, ELE É CAPAZ DE MUDAR A CADA SITE.
ATUALMENTE ESCREVO PARA 4 SITES LITERÁRIOS, E 9 BLOGS, SENDO 4 MEUS E OS OUTROS 5, DIVIDO COM OUTROS AUTORES...
CADA UM DELES, APRESENTA UM COMPORTAMENTO DIFERENTE DO LEITOR! IMPRESSIONANTE ISSO...
TALVEZ SEJA POR ESSE MOTIVO QUE TENHA SUCESSO LIVROS COMO A BIOGRAFIA DE JUSTIN BIBER( !!! )
OS ( AS )ADOLESCENTES SÃO UM MERCADO PROMISSOR PARA QUEM QUER VENDER...
BEM, QUERIA ESTAR SENDO VISADA POR ELES, MUITO EMBORA, ALGUNS FAÇAM PARTE DOS MEUS LEITORES ASSÍDUOS, PRINCIPALMENTE NO RECANTO DAS LETRAS...
MAS ALI A POESIA NUA, AQUELA QUE BROTA DA ALMA DO POETA, É POUCO VISADA, TALVEZ SEJA POR ISSO QUE QUANDO LÁ ESCREVO DESSE TIPO, TENHA POUCOS ACESSOS, PARA ELES, O QUE ATRAÍ MESMO É A SENSUALIDADE NA ESCRITA, REALMENTE BEM DIFERENTE DAQUI...

MAS ISSO ME DEIXA DIVIDIDA ENTRE ESSES 2 SITES: AQUI E LÁ, PORQUE NESTE, ME LEEM PELO QUE EU TENHO À DIZER ALÉM DA SENSUALIDADE E DO EROTISMO, E LÁ, O EXTREMO OPOSTO!

SE NÃO QUISEREM ME COMENTAR AQUI, PORQUE A MAIORIA DOS MEUS TEXTOS É DE NATUREZA ERÓTICA, QUE SEJA ENTÃO!
RESPEITO QUEM TEM VERGONHA DE SE MANIFESTAR SOBRE ESSE ASPECTO.
EM CONSEQUÊNCIA DISSO, DEIXAREI DE POSTAR TEXTOS ERÓTICOS NESTE SITE, APARENTEMENTE MAIS CONSERVADOR ( HAJA VISTO A QUEDA DE COMENTÁRIOS E LEITURAS NOS ERÓTICOS ), FICANDO SOMENTE COM OUTROS TIPOS DE TEXTO.

NÃO PEÇO COMENTÁRIOS COMO ALGUNS AMIGOS, QUE INCLUSIVE JÁ NÃO ESTÃO AQUI ENTRE OS LUSO POETAS. FORAM-SE DO SITE, TALVEZ ATÉ POR ESSE MOTIVO...
QUEM VAI SABER?
EU FICO! EMBORA MUDE APENAS NISSO: DE AGORA EM DIANTE, A 'FÁTIMA ABREU' SERÁ MAIS COMPORTADA, PELO MENOS POR AQUI...RSRS...

FÁTIMA ABREU
 
COMENTAR OU NÃO COMENTAR? EIS A QUESTÃO...

ROSAS ACORRENTADAS 2

 
ROSAS ACORRENTADAS 2
 
ROSAS ACORRENTADAS 2

As rosas continuam acorrentadas.
Presas, sem saber quando terão liberdade.
Embrulhadas em papel apertado.
Com laço e tudo! Contra suas vontades.
Já para que não respirem...

Rosas sufocadas pelos cravos.
Antigos parceiros de jardim.
Tornaram-se algozes
Pobres rosas acorrentadas!
Emudeceram suas vozes.

Fátima Abreu
 
ROSAS ACORRENTADAS 2

TENHO PRESSA DE AMAR...

 
Amanhece o dia...
E corro ao celular
Para te dar meu "bom dia"
Deixo a mensagem de sempre
Às vezes modifico um pouco
Mas a essência é a mesma
Quero que tudo dê certo para você
MEU BEM QUERER...

Cada dia que passa
Te amo mais
Teu fascínio se instala
Nesse meu coração apaixonado
De braços abertos
Te espero, meu amado...

Tua voz, teu corpo
Tudo em você, me faz delirar
Te querendo, para amar...
Será que isso vai durar?

Espero que sim
Há muito esperava essa paixão
Desejava entre lençóis
Esse homem
Para ser meu, na cama
Que chegaria, e
Tomaria conta do meu coração...

Foi você que surgiu
Você é esse homem
Tomou meu coração
Deu um laço
Se apossou
Me encheu de tesão...

Sinto um desejo incontrolável
Quando estou perto de você
Quero te acariciar todo
Quero sentir teu prazer...

Te dou meu corpo
De todas as formas que quiser
Diz que eu sou muito "dada"
Mas a verdade
É que adora essa mulher
Que sou...Meio danada!

Não é que eu seja fácil
Apenas não quero perder tempo
O amor, foi feito para se dar e receber
E por que rodear?
Se podemos ir logo ao prazer...

( TENHO PRESSA DE AMAR )

PARA O MEU AMOR...
 
TENHO PRESSA DE AMAR...

DANÇA SOB A CHUVA

 
DANÇA SOB A CHUVA
 
Dança Sob a Chuva

O encanto acontecia...
O casal abandonara seus convidados para trás, na festa de noivado.
Correram para o lado de fora, nas areias da praia.
Chovia.
Isso só aumentava o clima que entre eles havia...

A empregada e o motorista vieram cada qual, com um guarda chuva na mão:
Trazendo para amparo do patrão e da futura esposa.
Descalça, a recém noiva de vermelho, bailava com pés explorando a areia molhada.
O noivo, não se importava.
Gostava dos rompantes de sua bela noiva:
Tão dócil e sedutora na chuva!
Sua amada.

Cabelos negros erguidos em um coque.
Revelavam a nuca aveludada...
Receberia o beijo enamorado, do seu bem amado.
Ainda que estivessem presentes, os serviçais da casa de praia:
Testemunhas da ação romântica, de uma casal feliz.
Sob a chuva dançavam em um ritmo só deles:
Uma música inaudível para os outros ali.
Entretanto, vinha do coração descompassado
do casal, em acordes insanos de amor.

Fátima Abreu
 
DANÇA SOB A CHUVA

POETIZANDO O AMOR...

 
Enche-me de alegria
A tua felicidade
Enche-me de tristeza
O teu choro
Vou contigo aonde for
Amizade em cor...

Caia o véu da inquietação
Supere a dor
Com a emoção
Seja feliz
Doce aprendiz...

Deixe a emoção
Tomar conta de si
Faça alguém sorrir...

Abra seu coração
Deixe os versos fluirem
Não faltará inspiração...

Guarda em teu peito
O sabor da vitória
Uma vitória esperada
Há muito sonhada...

Siga em frente
Como um viajor
Passeando por letras e rimas
Poetizando o amor...

PARA AQUELES QUE ESTÃO COMO EU, NA BUSCA INCANSÁVEL PELO AMOR VERDADEIRO...
 
POETIZANDO O AMOR...