https://www.poetris.com/
Fernando Pessoa : Tudo o que sou não é mais do que abismo
em 19/04/2007 13:40:39 (6219 leituras)
Fernando Pessoa

Tudo o que sou não é mais do que abismo
Em que uma vaga luz
Com que sei que sou eu, e nisto cismo,
Obscura me conduz.

Um intervalo entre não-ser e ser
Feito de eu ter lugar
Como o pó, que se vê o vento erguer,
Vive de ele o mostrar.


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 19/04/2007 14:38  Atualizado: 19/04/2007 14:38
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Tudo o que sou não é mais do que abismo
Excelente poema, minha querida amiga e com uma maravilhosa reflexão do "ser".

♥*´¯`*Beijinhos*´¯`*♥

Enviado por Tópico
s.i.s
Publicado: 09/12/2015 01:18  Atualizado: 09/12/2015 01:18
Muito Participativo
Usuário desde: 01/12/2015
Localidade: São Paulo
Mensagens: 85
 Re: Tudo o que sou não é mais do que abismo
Se a pessoa for honesta consigo mesmo,admite que é puro e simplesmente isso: Abismos pluralmente:Abismos para si e outrem.

Links patrocinados

Visite também...