https://www.poetris.com/
Fernando Pessoa : Autopsicografia
em 01/06/2008 13:20:00 (3500 leituras)
Fernando Pessoa


O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.



**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
jessé barbosa de oli
Publicado: 01/06/2008 16:44  Atualizado: 01/06/2008 16:44
Da casa!
Usuário desde: 03/12/2007
Localidade: SALVADOR, Bahia
Mensagens: 334
 Re: Autopsicografia
postei este poema
porque, para mim,
ele é a essência
do que é ser poeta.

Enviado por Tópico
Bruno Sousa Villar
Publicado: 01/06/2008 16:50  Atualizado: 01/06/2008 16:50
Super Participativo
Usuário desde: 09/03/2007
Localidade:
Mensagens: 122
 Re: Autopsicografia
Concordo em absoluto.

Enviado por Tópico
Sonhadoraa
Publicado: 04/06/2009 16:50  Atualizado: 04/06/2009 16:50
Super Participativo
Usuário desde: 27/05/2009
Localidade:
Mensagens: 109
 Re: Autopsicografia
Concordo completamente, este poema é simplesmente isso o reflexo da alma do poeta.
Este poema marcou-me desde a primeira vez que o li... acho simplesmente espectacular.


ASS. DREAMER

Links patrocinados

Visite também...