Artigos > Luso-Entrevistas > Luso do mês > Dezembro 2008 - Pedra Filosofal

Dezembro 2008 - Pedra Filosofal

Publicado por Luso-Poemas em 05-Dec-2008 18:10 (10383 leituras)

Introdução



Magda... conhecem? E a Pedra Filosofal? Naturalmente, todos conhecem.
Pois é, é este o derradeiro destaque do Luso (pelo menos no formato actual). Não há distinção mais merecida nem pessoa mais merecedora do que esta, que é colaboradora, foi moderadora e administradora e é, sem qualquer dúvida a pessoa mais presente do Site. Empenhada, sem gostar de deixar as coisas penduradas, foi durantes largos
períodos o peso e contra-peso do funcionamento do Luso-Poemas.

Dedicou-se e continua a dedicar-se a este espaço, com empenhamento raro, com uma militância tal que nos transforma, facilmente, em culpados de fazer pouco.
Não se trata de um elogio, trata-se sim de uma constatação: a Pedra Magda Filosofal é magna, é, sem ponta de dúvida, uma pessoa ímpar e de excepção.
Na noite da entrevista pescámos o Freud que andava a nadar por ali e transformá-mo-lo no convidado surpresa para entrevistar a nossa ilustre. O rapaz juntou-se aos “perguntadores”, improvisou e o artigo resultou no que vão ler em seguida, logo depois da pequena autobiografia da Pedra.

Biografia



Magda Pais nasceu a 26 de Novembro de 1969, na Maternidade Laura Seixas, na cidade do Barreiro, onde sempre viveu.
Casada com Miguel, tem dois filhos preciosos: Margarida e Martim, que completam o elo familiar daquela casa, dando o belíssimo exemplo da verdadeira família feliz.
Quase que, desde o berço que foi acompanhada pela presença dos livros, uma vez que os seus pais lhe queriam incentivar o gosto pela leitura. Logo que aprendeu a ler, tornou-se uma leitora quase compulsiva, e, depressa impôs aos seus pais e tios, que as suas prendas, nas épocas festivas, fossem livros, que devorava.
Já na escola, e antecipando-se ao Plano Nacional de Leitura, os professores que a acompanharam souberam aproveitar esse gosto e até incrementá-lo, de tal modo que continua a ser uma fã incondicional da leitura, o que a torna numa cliente assídua de livrarias, e que facilita a escolha de prendas.
Hoje, Magda está empenhada em passar essa herança aos seus filhos. Possui uma casa recheada de bons livros, que abrangem várias linhas editorais e de diversos autores.
A sua vida profissional é preenchida pela banca, onde tem o privilégio de, entre outras coisas, atender ao público, experiência que, pela sua diversidade, lhe dá uma grande vivência social e que considera uma mais-valia.
A Internet também está associada a sua vida. Quer pela curiosidade de aprender ou pelo simples gosto em ler, andou por sites até que, um dia, descobriu um que viria a ter grande relevância para si. www.luso-poemas.net
Neste site acumulou leituras de poesias e prosas, numa dita escrita criativa abrangente e ao jeito de toda gente. Algures, no mês de Novembro de 2007, deu, nesse site, timidamente, os seus primeiros passos na escrita com pequenos contos e boas crónicas.
Desempenhou, no luso-poemas, a função de moderadora com entusiasmo sendo, pouco tempo depois, convidada para pertencer à administração em vigor no site, num prémio justo pelo empenho, dedicação e esforço demonstrado em prol da literatura e daquele site em especial.
Mais tarde participou na colectânea “A arte pela escrita”, editada pela ArtEscrita, comemorativa do 1º aniversário do site www.escritartes.com, que também frequenta com assiduidade.
É na sua casa cultural do mundo da blogosfera que divulga excelentes autores e que escreve, tornado assim num local especial, acolhedor e numa referência para visitar, ou não fosse aquele o seu próprio espaço feito de palavras que se misturam com o carinho da autora. O seu blogue chama-se StoneArtPortugal – Pedra Filosofal, nome ou nick-name como é conhecida no mundo virtual da literatura e pode ser visitada em http://stoneartportugal.blogspot.com/
Abraça novos projectos na escrita, quer como autora ou como dinamizadora de eventos e, no corrente mês de Dezembro, irá participar na “Antologia Luso-poemas 2008”, que conta com a chancela da Edium Editores.



Entrevista


Paulo Afonso Ramos – Pedra Filosofal, qual é balanço que fazes da permanência no Luso-poemas?
Pedra Filosofal – O balanço é francamente positivo. Nem eu fazia ideia alguma que tinha encontrado um site que ia mudar quase que radicalmente a minha vida. Senão vejamos. Quando me inscrevi no luso não escrevia. Aliás, escrevia. Cartas comerciais, actas e essas coisas ditas normais. Um ano depois já publiquei uns quantos textos (maioritariamente crónicas). "Culpa" de alguns utilizadores do lusos, claro, que me foram incentivando. Logo ai se nota uma mudança. Depois encontrei, no luso, pessoas que se tornaram parte indispensável dos meus dias. Amigos que, quando me lembro que os conheço só há um ano (alguns menos) penso que devo estar a ver mal o calendário. Por outro lado e dado que tenho cada vez menos tempo para me entregar aos prazeres da leitura, tenho, no lusos, a possibilidade de ir fazendo o "gostinho ao dedo" e ir lendo. Claro que houve (e há) coisas menos agradáveis, mas essas, sinceramente, são uma gota de água no oceano. Completamente insignificantes. Mas com a vantagem de servirem para apreciar, ainda mais, os bons momentos que tenho passado com o site.

Valdevinoxis – Já voltamos ao Luso, Magda. Para já gostaria que nos dissesses: porquê Pedra Filosofal?
Pedra Filosofal – Porque o sonho comanda a vida, certo? Quando me inscrevi no luso-poemas era necessário encontrar um nick. Usava (e uso) na internet, há quase 12 anos, o nick Lea. Mas não o queria usar no luso-poemas. O poema "Pedra Filosofal", de António Gedeão, é um dos poucos que sei de cor. E a frase "O Sonho comanda a vida" é quase que a minha filosofia de vida. Quem me ajudou a escolher o nome, o Luís F, sabia disso. E, quando eu andava na dúvida que nick haveria de escolher, ele deu-me várias sugestões, entre elas "Pedra Filosofal". Soou-me bem. Não pedi mais sugestões e meti as minhas ideias de parte. Registei-me logo com esse nick.

Vera Silva – Participaste nos dois encontros do Luso-Poemas. Agora que se prepara o terceiro, que balanço fazes destes encontros de poetas, e qual a motivação que queres passar a todos para que participem mais activamente nestes encontros?
Pedra Filosofal – Oras... mas há lá coisa melhor, para quem frequenta o luso-poemas, do que participar nos encontros? São excelentes oportunidades para se conhecer quem está por detrás dos avatares e da escrita. Excelentes oportunidades para se desfazerem más impressões dos outros utilizadores. Uma das coisas que o luso-poemas tem, para mim, é que é um site feito de pessoas e para pessoas e, acima de tudo, com pessoas. Somos pessoas de carne e osso (algumas mais carne que osso, como é o meu caso) e que, como tal, devem deixar o virtual de parte e participar nestes encontros. Pelas fotos que temos mostrado podem ver o quanto nos divertimos. Recomendo, vivamente, a participação em todos os encontros que haja (e que a distância permita, claro).

Freudnãomorreu – Entre o clássico "já peca por tardio" e o insípido "não estava nada à espera"... Optas pela massificação do luso via hi5 literário ou sugeres uma forma mais dietética?
Pedra Filosofal – Eu prefiro um luso mais dietético. Já existe um HI5 do luso-poemas, na sua própria atmosfera - o site do HI5. O luso-poemas deve ser um site de escrita e de partilha da escrita. Claro que é impossível que não haja relacionamentos a nascer no site, mas que não têm de se reflectir no seu normal funcionamento. O facto de partilharmos o mesmo espaço é simples. Somos apenas colegas de escrita, num site. Nada mais que isso. Faz-me alguma confusão (e, se calhar, vou ser mal interpretada) a utilização da palavra "amigo" no nosso perfil. Pela mesma razão que me faz confusão, no site do HI5, constar que sou "amiga" de sei lá quantas pessoas com as quais nunca troquei uma palavra. As amizades podem nascer no lusos (e eu confirmo que sim), mas as amizades constroem-se e florescem no convívio do dia-a-dia e não porque estamos no perfil de alguém como amigo. Já quanto ao "peca por tardio"... Essa expressão tem sido muito usada aquando das entrevistas do luso do mês. De facto é verdade. Todas têm pecado por tardias. Mas também é verdade que só há 12 meses no ano, e umas dezenas de utilizadores que merecem esta distinção... não é, portanto, possível, que sejam todas no tempo certo.

Paulo Afonso Ramos - Fala-nos de ti, da parte onde o Luso-poemas não entra. Consegues ter essa parte e consegues contar-nos?
Pedra Filosofal – Hoje em dia o luso-poemas está em quase toda a parte da minha vida. Até os meus filhos já vão lendo algumas coisas do site. Mas tenho uma vida para lá do lusos. Uma vida profissional bastante preenchida. Adoro o meu trabalho no banco, há 17 anos que tenho um ambiente de trabalho fabuloso, gosto muito do que faço e adoro atender ao público. Detesto monotonia e, com o atendimento ao público, nunca se sabe o que vai acontecer a seguir.
Sou secretária num agrupamento de escuteiros, onde comecei a minha vida escutista há 25 anos atrás e para onde voltei há 4 anos atrás.
Tenho uma família enorme. Pais, sogra, avó, tios e tias, irmãs e um irmão, cunhados, sobrinhos e sobrinhas e, claro, marido e dois filhos (lá por estarem em último não quer dizer que não sejam os mais importantes). Somos uma família muito unida e que estamos sempre presentes em qualquer ocasião.
E depois os amigos, que são uma parte super importante de mim. Alguns mais antigos, outros mais recentes, todos importantes e todos com o seu lugar cativo.

Valdevinoxis – Aludindo a uma recente patacoada muito empolada no parque político português e adaptando-a ao Luso, não seria útil suspender a forma livre do site durante algum tempo? Por outras palavras, não será a grande abertura do Luso uma vertente quase anárquica e potenciadora de abusos? Pergunto ainda se não te parece que o Luso está a ser mal utilizado por alguns e que, como administradores, não fomos efectivos nesse ponto?
Pedra Filosofal – Sem dúvida que sim. Sempre achei que devia haver mais "mão firme" no lusos. Não uma ASAE da escrita, como alguns já defenderam. Mas sim uma espécie de policia, que impedisse que existissem abusos. Irrita-me solenemente que alguns utilizadores provoquem outros, sem respeito pelo facto de estar um ser humano do lado de lá do escritor. Há muita gente no luso-poemas que está a querer auto promover-se e, nem sempre, da melhor forma. Não tenho nada a obstar à auto promoção, desde que feita com respeito pelos outros. É claro que também há uma liberdade de expressão no lusos que não há noutros sites.
Dizia Voltaire que "posso não concordar com o que dizes, mas defenderei, até à morte, o teu direito de o dizeres". E, no lusos, há essa liberdade. Mas a liberdade de uns não pode contrariar a liberdade dos outros. E é isso que se tem passado no lusos. Tem havido abusos e que deveriam, de alguma forma, ser controlados. Caso contrário perde-se a identidade do site. E sim, a administração cessante teve algumas culpas nesse aspecto. Fomos demasiado permissivos.
Houve vários casos de faltas de respeito a utilizadores a que fizemos ouvidos moucos, porque não queríamos ferir susceptibilidades. Não quisemos ser polícias nem quisemos assegurar o cumprimento das normas estabelecidas. Se o tivéssemos feito, se calhar teríamos evitado algumas polémicas... É claro que não há certezas que esse policiamento tivesse funcionado. Infelizmente confiamos que os utilizadores cumpririam as regras... mas isso não aconteceu. Mas também acredito que se aprenda com os erros, não necessariamente com os nossos. Podemos aprender com os erros dos outros. E penso que isso aconteceu e que o Trabis agora estará mais atento a esses detalhes.

Vera Silva – Magda, sendo tu uma pessoa que, como já nos disseste, se iniciou há pouco na escrita, e aqui neste nosso site, mas sempre em prosa... Arriscaste alguns duetos em poesia. Para quando um poema realmente TEU? E sendo tu uma leitora compulsiva, qual o estilo que realmente preferes?
Pedra Filosofal – Eu não sei escrever poemas. Já tentei mas não consigo. Falta de capacidade de síntese, acho. Prefiro a prosa em que me posso alargar. Já que sou faladora, é mais fácil escrever prosas. Mas, se repararem, as minhas prosas tem muito de real. São, na sua grande maioria, relatos de situações pelas quais eu já passei ou alguém que conheço passou. Os dois únicos contos que escrevi são relatos da vida. O primeiro foi, quase que, passar para o papel a história dos meus avós maternos que toda a vida ouvi. Depois tentei repetir a proeza mas desisti. Gosto de escrever prosas, mais especificamente crónicas. É o estilo onde me sinto à vontade. Ah, mas há que dizer que também já fiz um terceto. Um poema a três, com a Vera e com o Paulo.
Sou, de facto, leitora compulsiva. Estou até proibida, por mim, de entrar em livrarias. Desvio-me, nos hipermercados, da zona dos livros. Porque eles colam-se às minhas mãos e é uma carga de trabalhos para se descolarem. E depois leio-os a todos. E quando estou a ler, bem que pode rebentar a terceira guerra que eu não dou por nada. Já cheguei a proibir-me de ler na cama porque, quando dava conta, eram horas de me levantar para ir trabalhar e eu tinha passado a noite a ler.
Quanto ao estilo... bem, prefiro a prosa à poesia (talvez isso também contribua para que me sinta mais à vontade a escrever prosa). Mas leio de tudo. Compro os livros pelos títulos e não pelo conteúdo - esse descubro depois, aos poucos, enquanto vou lendo. Já tive agradáveis surpresas e profundas decepções. Mas leio-os sempre até ao fim, caso contrário não os posso avaliar convenientemente... bem, excepção feita para o "viagens na minha terra" que não passei do primeiro capítulo.

Freudnãomorreu – Fala-nos mais de ti... qual o nível de triglicerídeos nas palavras? Quantas passas de esperança engolirás? Calçarás o amor como forma de correr a vida?
Pedra Filosofal – As últimas análises ao sangue que fiz diziam que os triglicerídeos estão nos níveis normais... logo devo ser normal, dentro do que quer que seja a normalidade. Amor (e já agora uma cabana) todos queremos ter na vida. Sou romântica, é certo e tenho esperanças num mundo melhor, não para mim, mas para os meus filhos. Mas não preciso de fazer alarido disso, todos os dias, a toda a hora e a todo o instante. Não gosto de excessos, em nada. Ajudar o próximo, sim, mas com acções, não com palavras. Amar sim, mas com gestos. Não com palavras. Amizade sim, mas que se prove com atitudes. Acho que se deve agir em conformidade com o que se diz e não dizer uma coisa e fazer outra. É claro que, se pudermos juntar as palavras aos actos, perfeito.

Valdevinoxis – Na minha opinião tu és, possivelmente, o utilizador do Luso mais influente, tanto em termos de presença como de intervenção nas mais variadas situações. Em muitas ocasiões, ao analisar a tua acção, verifiquei que não consegues abstrair-te de um formato de trabalho, ou seja, a minha questão é se tu és, por natureza, uma pessoa de militância? Se tivesses que te caracterizar, como o farias?
Pedra Filosofal – Eu abracei o Luso-poemas como abraço os projectos de que gosto. Não gosto de fazer as coisas por metade. Ou estou ou não estou. Se estou dou tudo o que posso e que me é permitido. Sou uma pessoa de fortes convicções, e que as defende com unhas e dentes. Tento sempre dar o melhor de si em todas as situações. Nem mais nem menos que o melhor que posso e sei. Militância sim, mas na senda da qualidade. Não gosto de falhar e nem de desistir. Sou, talvez, um bocadito exigente demais comigo e com as pessoas que me rodeiam, o que, às vezes, é mal entendido. Também não gosto de tomar partidos sem ouvir todas as partes. Não gosto de conflitos, tento evitá-los a todo o custo e tento resolvê-los, se me é permitido, sem intervir publicamente. Prefiro o trato em privado. Mas também gosto que respeitem a minha privacidade. Basicamente considero-me uma pessoa simples. Estou bem comigo, logo estou bem com os outros.
Vera Silva - Têm nascido e crescido grandes autores no luso-poemas, que, imagino, que tens acompanhado de perto. Como vês esse fenómeno e quais os que acompanhas mais de perto, como quase crítica literária que és.
Pedra Filosofal – O luso-poemas é quase que um balão de ensaio da literatura. O leque de autores e géneros literários é bastante grande, o que faz com que o site seja melhor que muitas bibliotecas. Desde os pequenos poemas aos romances, desde o escritor pronto-a-vestir, ao escritor alfaiate, temos mesmo de tudo. Eróticos e religiosos a conviver no mesmo espaço literário. Bons, maus, péssimos e excelentes autores a publicar no mesmo site. É, de facto, um site que pode servir de trampolim para voos mais altos. E já temos vários autores que sonhavam editar um livro e que só o fizeram depois de publicarem no lusos.
Há autores, no lusos, que eu tento acompanhar assiduamente. Às vezes não tão assiduamente como gostaria, mas faço os possíveis. José Torres, Paulo Afonso Ramos, Vera Silva, Amora, Sandra Fonseca, Improvável Poeta, GE3, Vanda Paz, Freudnãomorreu, o Valdevinoxis e a Rosa Maria.
Depois também posso recomendar a Betha, Maria Sousa a Helen de Rose, a Ledalge, a Vony, a Margarete (que espero volte em breve), a Carolina, o Flávio Silver, o Jaber, o Trabis, Alemtagus, Henrique Pedro, a Mel Carvalho, o Xavier Zarco, a Cleo e AnaLuiza... mas há mais que leio, muito mais... eu tento ler o máximo que posso, sinceramente tento. Não comento muito, mas leio bastante e torna-se difícil mencionar aqui todos os que leio.

Vera Silva – Uma última mensagem que queiras deixar aos luso-poetas.
Pedra Filosofal – Em vez de uma, vou deixar duas. A primeira é mais um agradecimento que uma mensagem. No dia do meu aniversário fui surpreendida com diversos textos colocados, quer no lusos, quer em blogs, quer no Escritartes, a felicitar-me pelo dia. Quer os textos, quer os comentários deixaram-me a pairar nas nuvens. Não consegui, até agora, ter palavras ou forma de agradecer a todos quantos o fizerem. Aproveito, por isso, esta ocasião para dizer a todos vós que me deixaram muito feliz e que tornaram este dia de aniversário especial. Obrigado do fundo do coração. Nunca poderei agradecer devidamente ou sequer retribuir, como merecem, o carinho que me dispensaram.
A segunda mensagem é mais um repto. Participem no III Encontro do Luso-poemas em Lisboa. Vai ser um dia memorável. Quem sabe, havendo uma boa participação, os luso-poetas no Brasil se entusiasmem e organizem o seu encontro em terras de Vera Cruz.


Navegue pelos artigos
Artigo anterior Novembro 2008 - Flávio Silver Março '14 - aquazulis Artigo seguinte
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Luis F
Publicado: 06/12/2008 00:35  Atualizado: 06/12/2008 00:35
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2007
Localidade: Alcochete
Mensagens: 1184
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Fico contente por esta nomeação, à muito merecida pela dedicação a esta casa e às letras. Pela pessoa que és, penso que esta nomeação tarda por tardia, pelo que te conheço, sei aquilo que fazes quando te entregas as coisas.

Das nossas inúmeras conversas, testemunhei a tua evolução neste espaço e no teu gosto pela poesia e pela literatura em geral.

Fico ainda mais feliz, por ter sido o primeiro a comentar... assim como tu fostes a primeira pessoa a comentar os meus poemas.

Parabéns Pedra, Stone... enfim Magda
Luis



Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 06/12/2008 00:49  Atualizado: 07/12/2008 12:33
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
As maiores felicidades, Magda, e parabéns por esta nomeação.
Todos os teus amigos estão certamente felizes. Aqueles que como eu ao longo do tempo te foram acompanhando (nalgumas cumplicidades) serão menos íntimos, mas não deixarão de estar (igualmente solidários e felizes) e de te prestar as honras que mereces por tudo quanto tens feito em prol deste site.
Obrigada por mencionares o meu nome na entrevista.
Beijoca
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Laura Gil
Publicado: 06/12/2008 01:04  Atualizado: 06/12/2008 01:04
Muito Participativo
Usuário desde: 16/09/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 65
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Parabéns amiga,
Pela dedicação e entrega que sempre deste ao site, estamos perante a mais merecida nomeação.
Se fui uma das culpadas por hoje escreveres, em boa hora o fiz. Não me arrependo, hoje faria o mesmo.
Um beijo e mais uma vez parabéns.

Laura


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 06/12/2008 01:07  Atualizado: 06/12/2008 01:07
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5058
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Pelo pouco tempo que por aqui estou, não conheço a maioria dos poetas e das pessoas que por aqui escrevem. Quanto à Pedra Filosofal (já nos cruzámos em comentários e leituras, poucas) não tenho um contacto consistente, mas pelo que venho observando parece-me esta distinção inteiramente merecida.Por isso, as minhas sinceras felicitações.

Beijinho


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 06/12/2008 01:38  Atualizado: 06/12/2008 01:39
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14931
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Caríssima Pedra Filosofal

Muito boa sua entrevista, maravilhosa e linda família,
respondeu com bastante clareza, bem ao teu estilo
e gostei imensamente de conhecer você
Obrigado por tudo que fez e faz por este
maravilhoso cantinho.

Parabéns pela bela entrevista

Beijinhos no coração
Open in new window


Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 06/12/2008 11:01  Atualizado: 06/12/2008 11:01
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2621
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal p/ a Pedra
Deixaria aqui mil e uma palavras para descrever a melhor forma de criar uma amizade virtual baseada nas letras, no entanto mil palavras minhas, em prosa, seriam enfadonhas - em poesia já é o que é -, agradeço a recomendação que fazes da minha pessoa.

A Magda é o fiel da balança do Luso, o bem necessário que disfarça o por vezes fastidioso desequilíbrio das palavras que por aqui deslizam e das discussões que - de forma menos adulta - se preconizam neste espaço de cultura, por mais efémera que a cultura possa parecer.

Este galardão, na minha opinião, peca por tardio.

Assim deixo-te o meu agradecimento por seres quem és e como és.

Um beijo.


Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 06/12/2008 11:14  Atualizado: 06/12/2008 23:55
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3367
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Parabéns linda menina,

Gostei de te conhecer mais um pouco, querida amiga.

A entrevista esteve à altura desta mulher que é presença assídua neste site, para bem de todos nós e nos presenteia com crónicas soberbas da vida real.

Deixo o desejo sincero de que sejas muito feliz e tornes reais todos os teus sonhos.

beijinho


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/12/2008 12:44  Atualizado: 06/12/2008 20:43
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Pedra Filosofal. Pelo pouco que a conheço, pelo que dizem seus amigos, por toda sua obra, tomo a liberdade de entrar em sua seara e cumprimentá-la pela justa homenagem que lhe prestam.Ainda me considero um estranho no ninho, separado por um imenso mar. Percebo uma grande amizade entre os portugueses, é natural, são mesma terra, mesma gente.Mas não nego ficar com "água-na-boca" quando vejo fotos dos encontros que fazem. Meus sinceros parabéns pela merecida homenagem.

Beijos

Ulysses


Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 06/12/2008 12:57  Atualizado: 06/12/2008 12:57
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Pedrinha, querida Pedrinha, o tempo voa e parece que foi ontem que te conheci virtualmente e a empatia aconteceu quase de imediato. É verdade sim. Depois aconteceu o conhecimento face a face e um abraço que por si só selou a amizade que já existia. Tenho memória, digo eu,do nosso passado (recente claro)e digo com a maior simplicidade que me considero tua amiga. A amizade não é só falar todos os dias, é acima de tudo "sentir todos os dias". E eu sinto em coisas tão pequenas, mas tão pequenas... que agora publicamente afirmo: Gosto de ti, assim como és, com defeitos e virtudes, com sorrisos e gargalhadas, com palavras e fotografias, com ausência ou presença.
Ontem (lá longe....) senti o teu apoio, hoje digo que esta entrevista não me surpreendeu: é a Pedrinha que eu conheço, é a Pedrinha de quem eu gosto. Se é tardia ou não, confesso que não é relevante, o importante é que aconteceu e estou particularmente feliz por ti.
aceita com a ternura de sempre um doce beijo
Rosamaria


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/12/2008 13:29  Atualizado: 06/12/2008 13:29
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Olhem profundamente para os olhos desta MULHER formidável!! Pois, foi isto que fiz, quando os vi pela primeira vez e senti, daqui do Brasil, a luz que emana da sua essência.

Carinhosamente, chamada de "Prof" por mim, ela se tornou um exemplo de ética e vontade participativa neste sítio, que acompanho assiduamente.

Minha querida Prof, fico feliz por este momento que o Luso escolheu para te homenagear, ele é Único e todo seu, revelando toda a consideração e respeito que você fez por merecer. Você se tornou uma cronista de "mão cheia" e desejo que seu próximo sonho seja a edição do seu livro.

Agradeço por ter mencionado meu nome na sua entrevista, agradeço por todas as palavras que tem me direcionado em todos os momentos que precisei da sua ajuda.

Eu te amoadoro!! Hoje e sempre!!

Bjos da sua fã


Enviado por Tópico
Blackbird
Publicado: 06/12/2008 14:19  Atualizado: 06/12/2008 14:19
Super Participativo
Usuário desde: 11/07/2008
Localidade: Cacem
Mensagens: 141
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Dizem que a pedra filosofal tem o poder de criar um elixir da imortalidade...Esta Pedra Flosofal em especifico, com o seu sorriso aqui consquistou a imortalidade nos nossos corações, não só pela escrita, mas pela sigular, acolhedora, e transparente amizade...Sem mais rodeios, os meus parabéns pois merece tudo isso, e muito mais de positivo que as marés da vida lhe possam trazer...PARABENS!!!! Bjs: Blacky


Enviado por Tópico
vandapaz
Publicado: 06/12/2008 15:10  Atualizado: 06/12/2008 15:10
Colaborador
Usuário desde: 22/11/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 572
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Uma menção mais que merecida.

Apenas te digo que és uma grande mulher e que te admiro muito

Parabéns pela entrevista

Beijos para ti e para os teus

Dia 13 lá estaremos , mais uma vez


Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 06/12/2008 15:33  Atualizado: 06/12/2008 15:33
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1815
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Nem sempre estamos cônscios da dedicação e do trabalho de bastidores. Mas as pessoas estão lá assegurando que tudo funcione da melhor maneira possível. A Pedra Filosofal revela-se uma mulher formidável.
Muitos parabéns!
Bom fim de semana.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/12/2008 16:05  Atualizado: 06/12/2008 16:05
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Parabéns, querida Pedra Filosofal, pela entrevista. Mais do que merecida e justíssima pelos préstimos feitos por esta casa, o luso-poemas. Nada e ninguém pode macular seus feitos, no leme do luso e na interação com os seus mais próximos. Saudades dos colóquios e das atividades que fazíamos com o intuito do bem à esta casa. Que Deus te abençoe, sempre e tua família também. Beijos e saudações de Godi.


Enviado por Tópico
Ibernise
Publicado: 06/12/2008 18:09  Atualizado: 06/12/2008 18:17
Colaborador
Usuário desde: 04/10/2007
Localidade: Indiara(GO)
Mensagens: 1460
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Ola Magda nossa querida Pedra Filosofal.

Bela entrevista, a sua. Li na 'integra e gostei muito de lhe conhecer mais um pouco. Vi que vc tem muitas estrelas em sua vida. A mulher, a m~ae, a amiga incondicional,a profissional, a escritora. Uma grande moderadora em frontes e bastidores do luso-poemas. Tantas lindas pessoas em uma s'o. parab'ens pela justa e muito digna homenagem.

Bjs

Ibernise

Open in new window


Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 06/12/2008 18:41  Atualizado: 06/12/2008 18:41
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Para a Magda (Pedra de Toque), desde o frio Trás-os-Montes vai o calor da minha admiração e gratidão, que irradia da lareira da amizade.
Todos te estamos gratos pela dedicação e saber com que tens beneficiado o Luso Poemas.
Bem hajas


Enviado por Tópico
amandu
Publicado: 06/12/2008 20:33  Atualizado: 06/12/2008 20:34
Colaborador
Usuário desde: 24/03/2008
Localidade: LISBOA
Mensagens: 3651
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
POR FALAR EM TUDO NEM SEMPRE VEJO DE TUDO MAS GOSTARIA DE A FELICITAR E TODO O MÉRITO PELO BOM GOSTO DO SITE. ISTO É PELO DESEMPENHO SEMPRE BOM DE SE PRETENDER FALAR DE TUDO E NÃO DE VER EM TUDO O CRÉDITO DE CENSURAR ALGO.
DEUS SOU EM TUDO E NÃO ME ARREPENDO.
TRADUZINDO O ACIMA DITO SOU IMPORTANTE DE SABER QUE NADA EXISTA DE TUDO ISTO É QUE TUDO É DEVEDOR EM PARTE PORTANTO QUEM COMENTA NEM SEMPRE É CERTO OU DITADO DE TUDO MAS ISSO NEM IMPORTÂNCIA TEM MAS DE TUDO O QUE SE ESCREVA.
VER É DIFÍCIL E ISSO SE CRIA COM TUDO.
A PALAVRA ANARQUIA TEM MUITO QUE SE VER E PORTANTO EU NÃO CRITICO NINGUÉM DE A USAR MAS DIFÍCIL DE SE ACEITAR É VERDADE. ANTES HOUVE UMA REVOLUÇÃO E AGORA ESPERA-SE POR OUTRA. ISSO PARA BOM ENTENDEDOR É BONITO MAS NÃO A SENHORA QUE DEVERIA OUVIR MAS ENTENDER. QUEM ME DIZ NÃO SER LOUCO QUEM NÃO É NO MÍNIMO ANARQUISTA. PORTANTO NADA É INVULGAR NO MUNDO NÃO SENDO ASSIM. E ISSO É SENDO SINCERO.
AS PROMOÇÕES INDIVIDUAIS NÃO SÃO BOAS DE SE FALAR POIS MUITA GENTE SE CALA E TEM MAIS PARA DAR E NÃO É UM DEFEITO EM TUDO MAS É UM GRANDE DEFEITO. E EU ISSO SEI POIS DISSO OUÇO E DE DEUS A TODO O TEMPO SENDO EU E INFELIZMENTE SÓ; SENDO ISSO SEI QUE É MAU QUALQUER ANÁLISE AO SANGUE POIS AÍ É MAU PARA MIM TAMBÉM E É ASSIM O QUE É DE TUDO E SE VÊ A RECLAMAÇÃO OU O DISPARAR EM TUDO.
O SABER NÃO É PARA TUDO MAS O DEVERIA SER E NÃO DUVIDAR ALGUÉM QUE SE ESCREVE E NÃO O QUE SE PENSA SER EM TUDO O DEVER DE SE ESCREVER. ISTO É MAU PARA TUDO MAS É ASSIM O MUNDO.
NEM TODOS SÃO ENGRAÇADOS EM TUDO ISTO EM JULGAR NÃO HAVER NADA DE MUITO NO SITE MAS ALGO A VER EM QUE PAÍS ESTOU. ISTO É NEM TUDO É DEVIDO A DENUNCIA NEM ESTA DEVERIA SER DE TUDO. NUNCA VI NENHUM TEXTO QUE DEVESSE SER CENSURADO NESTE SITE POR EXEMPLO NEM A CENSURA FUNCIONA EM TUDO. E QUERO DIZER SE ISSO NÃO EXISTE NA POLÍCIA O QUE FALAR DISSO SEM O SABERMOS.
APENAS CONSIDERAÇÕES E EMPENHO DE VER SEU ESTUDO NESTE TRABALHO COM ALGO QUE POSSA SABER OU COLABORAR.
GOSTO DE A VER E FALAR TAMBÉM POIS NUNCA VEMOS NADA SEM O CONHECERMOS A PESSOA E ISSO É NUM ESTUDO DE UM TEXTO QUE SE VÊ ISSO NÃO NO CONHECIMENTO DOS OUTROS QUE ASSIM SÃO.
UM ABRAÇO E CONTENTAMENTO DESTE DIA BONITO DE ESCOLHER A SUA VINDA AO NOSSO VER E VISÃO MELHOR DE SI POIS É UMA ALEGRIA E MUITO TALENTO PARA MIM.
UM ABRAÇO DE SEMPRE
AMANDU


Enviado por Tópico
PoetaSenior
Publicado: 06/12/2008 21:03  Atualizado: 06/12/2008 21:03
Super Participativo
Usuário desde: 19/09/2008
Localidade: SETUBAL
Mensagens: 139
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Minha boa e fiel amiga:
É bem merecida a homenagem que o Luso-Poemas lhe faz. Tenho andado muito ocupado com outros assuntos e só hoje me apercebi da grandeza da sua alma, da bondade de seu coração, da força de sua vontade... O Talento já eu conhecia...
Aproveito para a felicitar pelo aniversário e ao mesmo tempo desejar um Bom e Feliz Natal na companhia de todos os seus e nossos amigos.

José Mota


Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 06/12/2008 22:11  Atualizado: 06/12/2008 22:11
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade: Cacém
Mensagens: 917
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Em primeiro lugar devo dar os parabéns à Magda e à escolha para luso do mês de Dezembro.
Desde há muito que acho que ela é uma figura de relevo pelo trabalho que efectuou no luso como administradora, e como colaboradora na actualidade.
A entrevista foi muito bem conduzida e foi também possivel conhecer um pouco melhor a "nossa" Pedra Filosofal.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/12/2008 22:50  Atualizado: 06/12/2008 22:50
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Querida Magda.
Li a entrevista e parecia que ouvia a tua voz em cada resposta.
És uma mulher generosa, que abraça causas e amigos com uma formidável entrega.
Sinto-me um felizardo por te ter como leitora e amiga, e espero cimentar com o tempo esta nossa cumplicidade.
Recebe um beijo de todos cá em casa. A Bea depois deixa-te uma mensagem só dela...
Beijinhos querida amiga.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/12/2008 00:16  Atualizado: 07/12/2008 00:16
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Muito bom conhecer um pouco mais da pessoa além da escritora!Pedra, parabéns pelo destaque!Grata por citares meu nome na tua entrevista.
Luz, saúde, amor e sucesso!
Bjins, Betha.


Enviado por Tópico
flavio silver
Publicado: 07/12/2008 11:48  Atualizado: 07/12/2008 11:48
Colaborador
Usuário desde: 24/09/2007
Localidade: barcelos
Mensagens: 1001
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Olá Magda.

Foi com enorme satisfação que vejo que "calhou" a ti desta vez a nomeação de luso do mês.

A tua forma de estar na vida, no trabalho, com as pessoas deverá ser um método a seguir, pois em ti reflecte-se felicidde e harmonia, que esse é melhor poema que o Homem pode escrever por dentro dos corações.

Conheci-te em duas ocasiões e, todos os elogios a ti destinados são verdadeiros, tais como tu, que retribuis amizade pelos outros.

Um beijo para ti e outro para a tua família, e já agora faço votos de que tenhas um bom natal junto daqueles que mais amas. essa é a melhor prenda do mundo!

beijos do flávio silver


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 07/12/2008 12:51  Atualizado: 07/12/2008 12:51
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11076
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Magda,
Sabes que já te tenho no coração, já havia percebido o ser humano que és, mas agora, tenho essa certeza e estou enriquecida por ser tua amiga.
No mês de Dezembro quem melhor do que a nossa Stonezinha querida.
Beijinhos de luz e um Santo e feliz natal.
Nanda
Open in new window


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 07/12/2008 15:53  Atualizado: 07/12/2008 15:53
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Amiga Magda Pedrinha Filosofal,

Palavras para quê? è uma Grande Pessoa!

Orgulho-me de a conhecer e de ter a sua Amizade.

Um Abraço forte!

Maria


Enviado por Tópico
sandrafonseca
Publicado: 07/12/2008 21:31  Atualizado: 07/12/2008 21:31
Colaborador
Usuário desde: 15/08/2006
Localidade:
Mensagens: 2478
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
“Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.”
Carlos Drummond de Andrade
In Alguma Poesia
Ed. Pindorama, 1930
© Graña Drummond
E bendita era a Pedra no meio do caminho! Nesta entrevista deliciosa, me deleito em ver por inteiro essa pessoa generosa e justa. A coerência, a alegria de viver e a dedicação a tudo o que faz viraram tuas marcas de qualidade e prá mim, que já te admirava, certeza de que posso sentir que sou também amiga, com todo o significado que isso traduz.
Não vejo a hora de te abraçar e ouvir teu riso, que, dizem, é a coisa mais extraordinária de se ouvir. De tão longe, sinto a sua presença, a ternura que esbanjas aos teus amigos, filhos, família. Você é uma mulher das mais dignas que vim a conhecer neste espaço. E páro por aqui, já que a emoção tomou conta de mim.

“Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida.
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.” António Gedeão

Beijo,
Sandra Fonseca.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/12/2008 22:17  Atualizado: 07/12/2008 22:17
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Parabéns Magda apesar que gosto mais de Pedra grande e rolante de alegria.

Gostei de te ver aqui em vez da janela...

Beijinhos

ConceiçãoB


Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 07/12/2008 22:38  Atualizado: 07/12/2008 22:38
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Magda, não podia ter sido melhor a escolha deste mês. Foi uma honra enorme participar nesta entrevista.
És uma Amiga daquelas que não qualificamos com palavras, porque elas não bastam para dizer o quanto te adoro, o quanto és preciosa, o quanto me alegra ter-te comigo. Tu sabes, eu sei que sabes!
É tão fácil amar-te Amiga!

Um beijo enorme


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/12/2008 00:22  Atualizado: 08/12/2008 00:23
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Uma pessoa empreendedora que tive o prazer de conviver e conhecer melhor pelo que escreve.
Um Forte Abraço e tudo bom que a vida nos reserva.


Enviado por Tópico
CarlosCarpinteiro
Publicado: 08/12/2008 16:12  Atualizado: 08/12/2008 16:12
Da casa!
Usuário desde: 22/02/2007
Localidade: Mondeville
Mensagens: 200
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
é tropeçando nas "pedras" dos caminhos que se enriquece a nossa experiência de vida
força Magda


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/12/2008 09:30  Atualizado: 09/12/2008 09:30
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Excelente entrevista.

Excelente "apresentação" (para quem tenha andado distraido ou seja novo, por cá) de uma das Luso, mais amadas por cá, pelas razões explicadas e bastante válidas.
Já tinha notado, desde início, o empenho e paixão que a Pedra Filosofal dá ao Luso e aprecio bastante o seu talento para gerir situações por vezes, complexas.
Concordo com as idéias mostradas (acerca do que o Luso Poemas deveria ser, menos Hi5 e mais site de Poesia) e gosto muito de cá estar. Já fiz "amizades" literárias, embora virtuais.
Fiquei com uma forte sensação de desconforto, por não poder ir ao III encontro, mais ainda do que tinha antes.
Dias melhores virão, para mim.

Quero desde já, agradecer tudo o que este espaço de idéias e pessoas, me tem dado e tento corresponder. A Pedra Filosofal, deixa muito da sua alma, por aqui, entre outros.

Parabens por ser o Luso do mês, é o mínimo que se pode fazer para agradecer todo o seu trabalho demonstrado.

Um grande abraço.


Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 09/12/2008 16:52  Atualizado: 09/12/2008 16:52
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Vou distribuir os meus parabéns por todas as personagens que tens. Claro que por razões óbvias destaco a Stone, mas este comentário é direccionado para a Magda que, não é nenhuma personagem e que, faz parte desta casa por direito próprio, porque é quem dá vida acrescentada a Pedra Filosofal que, por sua vez deu mais valor a este espaço que todos gostamos de usufruir.
Sabes que tu és daquelas que não engana? Cedo apostei em ti e acreditei que serias uma revelação na escrita e até uma mais valia na minha vida, e foi tão fácil e tão rápido a constatar essa verdade. Claro que o mérito é todo teu. Claro que no que se refere ao nosso relacionamento és sempre tu a dar mais do que a receber. Nós sabemos disso.
O mundo sempre se endireita e mostra-nos o caminho… e este destaque tem um significado mito especial que o tempo dará o efeito correcto. Fica-nos o sabor do dever cumprido. Fica-nos a consciência de que demos tudo por este espaço e aproveito para em meu nome pessoal, agradecer-te a excelente colaboração prestada na administração, numa altura já de grande desgaste de todos a tua entrada foi uma lufada de ar fresco e deste uma dinâmica espectacular Obrigado por isso tudo, se não to tinha agradecido, fica agora esse reconhecimento e o devido agradecimento.

Não costume comentar as entrevistas em que participo, mas neste caso abri uma excepção porque não terei outra oportunidade para quebrar essa minha opção.

Aconteça o que acontecer ao Luso-poemas, querida amiga vou levar-te comigo!

Devolvo-te a frase que todos julgam minha, mas que na verdade é tua e que nunca deixará de a ser… JÁ TE DISSE HOJE QUE GOSTO MUITO DE TI?

JÁ TE DISSE HOJE QUE GOSTO MUITO DE TI?

JÁ TE DISSE HOJE QUE GOSTO MUITO DE TI?

JÁ TE DISSE HOJE QUE GOSTO MUITO DE TI?

JÁ TE DISSE HOJE QUE GOSTO MUITO DE TI?


Enviado por Tópico
juvepp
Publicado: 09/12/2008 17:10  Atualizado: 09/12/2008 17:12
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade: Machico - Madeira
Mensagens: 547
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Olá magda, não te conhecia. Fiquei a conhecer-te melhor.
O destaque foi bem merecido. Concordo contigo. Detesto e fico triste quando velo lusos uns contra os outros, por uma questão de protagonismo.
Parabéns


Enviado por Tópico
Manuela Fonseca
Publicado: 09/12/2008 18:38  Atualizado: 09/12/2008 18:38
Colaborador
Usuário desde: 13/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 885
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Parabéns pela entrevista, Magda! Posso dizer que foi uma das entrevistas mais bonitas que li até hoje, se não mesmo, a melhor. As palavras fluiram, como é teu hábito, com muito conteúdo e beleza na sinceridade das mesmas.
Os meus sinceros parabéns!

Beijinhos em prosa


Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 09/12/2008 20:52  Atualizado: 09/12/2008 20:52
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Pedrita,
poderia dizer-te tanto... tanto! saturar-te com palavras. não digo. digo tão só:

Bom, muito bom, ter-te como amiga.
Uma força viva!

Beijo grata
e já sabes, qq coisa , "apita", o meu coração, só tem uma via: quem entra, não sai. entraste! azaretes...


Enviado por Tópico
mim
Publicado: 09/12/2008 22:31  Atualizado: 09/12/2008 22:34
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2856
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Passei para deixar um carinho, gostei de ler a biografia, temos coisas em comum uma família grande, só temos uns meses de diferença eu sou 03/1968 (sou mais velha)...
A biografia só tem um defeito ser natural do Barreiro da terra do meu sogro...rsrs...

Deixo um beijo muito doce


Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 10/12/2008 00:50  Atualizado: 10/12/2008 01:42
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Magda, posso tratar-te antes por Pedra Filosofal?
Obrigada... é que gosto mais.

Se existe alguém nesta casa que merece distinção, essa pessoa és tu, sem dúvida alguma!
Desde que chegaste a esta comunidade, que tens feito um trabalho impecável em todos os aspectos, seja na condição de luso-poeta, seja enquanto administradora. Muitas das vezes, fazendo das tripas coração, para amenizar alguns ânimos mais acalorados que por aqui se fizeram sentir...

Quanto à entrevista, eis aqui um bom exemplo de uma pessoa realizada e feliz, dividida entre várias paixões e sempre ao lado da família e dos amigos.
Gostei imenso de te ver neste destaque mais do que merecido e sorri ao ler o meu nome, como sendo um dos vários que gostas de ler também.


http://www.youtube.com/v/DuGbpW-pGYg


Open in new window

Quis fazer-te um poema
Que falasse da tua grandeza
Da tua pureza
Da tua generosidade
E acima de tudo
Da tua constante
Felicidade
Que não escondes de ninguém
Nem que quisesses...
Porque está ali
Estampada no teu sorriso
Nas fotos em que apareces
Ao pé dos amigos
Sempre presente
Em cada encontro
Em cada evento
Sempre
Sempre sorridente

Mas acreditas que não consegui?!
Não me saiu poema nenhum
Apenas um amontoado de letras
Que mesmo sem rima
Eu quis chamar de... poema!

Um beijo


Enviado por Tópico
jaber
Publicado: 10/12/2008 10:32  Atualizado: 10/12/2008 11:55
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 2792
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
És ponte que une margens
Pontão de cais, onde arribam
Barcos vindos de tempestade
E em ti procuram águas amenas.
Arribam pequenos botes, canoas
Naus, transatlânticos…
E não deixo de me preocupar
Apetece-me mergulhar nas tuas águas
Aferir das tuas fundações
Ver onde te amarras tu, em mar revolto
Eu, pequeno barco de pesca
Amarro-me ao teu cais
Mas sempre, sempre pensando
Nos tormentos que a natureza
Impõe ao mais forte concreto,
Pedra burilada pelo vento.
Eu, pequeno barco de pesca
Consigo ser também rebocador.
Sempre que precises, que queiras
Ou somente porque te apetece,
Amarra-te á minha proa,
Comigo, serás caravela quinhentista
engalanada e festiva em noite de romaria
seguindo marcha, à bolina...
lá...onde o céu se une com o mar.


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 10/12/2008 17:56  Atualizado: 10/12/2008 17:56
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Parabéns ao Luso-Poemas por dar ênfase
a quem realmente merece. Magda é um ser humano
extraordinário.
Pedra parabéns pela entrevista.
Deixo-te um beijo e meu sorriso.


Enviado por Tópico
SoniaNogueira
Publicado: 10/12/2008 21:08  Atualizado: 10/12/2008 21:08
Colaborador
Usuário desde: 31/10/2007
Localidade: Fortaleza
Mensagens: 608
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Quero parabenizar-te Pedra Filosofal pela escolha deste mês. Fico pouco tempo no luso devido outros afazeres, mas já a conhecia daqui mesmo. Vi pela entrevista que és uma amante das letras, desde muito jovem. Desejo-te um feliz natal e sucesso sempre. Abs.


Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 10/12/2008 21:52  Atualizado: 10/12/2008 21:52
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4396
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Uma homenagem muito bem merecida de uma pessoa que acostumou-nos á sua presença, gostei muito de conhecer um pouco mais a Pedrinha filosofal, tenho pena sim de não participar no III encontro do luso poeta e como o sonho comanda a vida um dia aí estarei e conhercer-te-ei pessoalmente Magda.

Beijinhos amiga
tudo de bom para ti


Enviado por Tópico
AnaLuiza
Publicado: 12/12/2008 14:07  Atualizado: 12/12/2008 14:07
Novo Membro
Usuário desde: 29/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Exlente esta entrevista !!
A Magda é uma optima pessoa , acho que todos a deviam conhecer melhor , é uma optima amiga sempre pronta a ajudar
Obrigada por teres mencionado o meu nome nas pessoas que costumas ler
Apesar de nao a conhecer pessoalmente sei que posso sempre contar com ela e por vezes dou ja por mim á espera dela na internet para lhe contar algum problema ou mostrar algum texto novo
Foi tambem ela que me incentivou a vir para o Luso-Poemas e estou muito contente por isso
Continuem a postar coisas assim e á Magda um muito obrigado por tudo o que ja fez por mim !
Um grande beijinho e felicidades

Ana Luiza


Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 12/12/2008 23:27  Atualizado: 12/12/2008 23:27
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal

Pela raridade é que se mede o valor das pedras, as mais valiosas são guardadas no único cofre inviolável, o coração. Sabes que eu sonho sempre com a vida e que gosto muito de ti porque, acima de tudo, és viva. Muitas palavras para ti, minha querida!

Beijos e sorrisos!

Amora


Enviado por Tópico
RaimundoSturaro
Publicado: 14/12/2008 00:09  Atualizado: 14/12/2008 00:09
Da casa!
Usuário desde: 11/04/2008
Localidade:
Mensagens: 216
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Não me prolongarei neste comentário pois acredito que muito do que penso já foi devidamente exposto pelos colegas do Luso,contudo faço questão de parabenizar a Magda pelo merecido destaque no Luso.

Bom mesmo foi conhecer mais profundamente aquela que nos delicia com escritos de primeira qualidade dos quais tiro valiosas lições e reservo alguns (muitos)preciosos minutos do dia para apreciar encantado.

Parabéns Magda.



Abraços!


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 14/12/2008 02:50  Atualizado: 14/12/2008 02:50
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Bacana a sua entrevista.Bom conhecer a pessoa que és.

Karla Bardanza


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/12/2008 02:26  Atualizado: 16/12/2008 02:28
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Li sua entrevista, e ela reflete inconteste todas as suas qualidades, estas chanceladas indelevelmente por todas as palavras de carinho e amizade e respeito que lhe foram dirigidas aqui. Não me atrevo tecer mais algum comentário diante de tantos elogios a pessoa que és como; escritora, poeta, mulher, mãe, empreendedora, e por ai vão mais e mais outras qualidades que certamenta hão de existir. Fico então assim, com os meus sinceros cumprimentos pela merecida indicação, desejando-lhe muito sucesso e cada vez mais amigos. Aproveitando esta oportunidade; desejar-lhe Boas Festas, Um Natal Santo e Ano Novo de Prosperidade.

Um beijo e fraterno abraço Magda.
José Silveira


minha singela mensagem
http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=63550


Enviado por Tópico
GE3
Publicado: 16/12/2008 07:31  Atualizado: 16/12/2008 07:31
Da casa!
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Moçambique
Mensagens: 353
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
parabéns pelo destaque. é pelo que todos dizem, muito merecido, e eu acredito plenamente. agradeço ter mencionado o meu nick-name, que apesar da surpresa (para mim) soube-me bem saber que alguém acompanha o que escrevo, pois é mais um incentivo para continuar a escrever e a crescer.
foi um prazer conhecer mais um pouco de outro poeta deste recanto, coisas que estas entrevistas servem na plenitude. termino dando novamente os parabéns, desta vez não pela entrevista, mas também pelo excelente trabalho, reconhecido e divulgado pelos outros utilizadores, feito neste espaço.
certamente que todos lucramos com isso e também o agradecemos. obrigado. um feliz natal e um excelente 2009 para todos seus.
abraço


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/12/2008 15:21  Atualizado: 16/12/2008 15:21
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
...

deixo-te um abraço!

sem mais...

até sempre!


Enviado por Tópico
profeta
Publicado: 17/12/2008 14:49  Atualizado: 17/12/2008 14:49
Muito Participativo
Usuário desde: 17/09/2008
Localidade: Monte da Ribeirinha
Mensagens: 79
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Pedra
Em ti
Do que já li?!?
Rara flôr...
Antes AMOR!

Fosse pedra o coração
Isento,dos que não são,
Leito emanado dos rios
Onde leio a tua mão!
Seres assim pedra de gente
Olhar fundo e transparente
Fazer a vida mais quente
Ao frio dentro de nós!
Ler o rio junto à fôz...

Há "pedras" que nos saltam à vista!Principalmente quando têm alma de gente...
Fossem sempre assim as pedras do meu caminho...
Um abraço cheio de "pedrinhas"azuis,para variar...


Enviado por Tópico
daywyston
Publicado: 18/12/2008 21:01  Atualizado: 18/12/2008 21:01
Novo Membro
Usuário desde: 14/12/2008
Localidade: rio de janeiro brasil
Mensagens: 8
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
boa noite ,

ainda pouco entendo das regras deste site nobre dama ´.talvez seje por isso que não consigo realizar a missão maior pela qual inscrevi-me ,desejo entender melhor a poesia refletir e debater a arte da escrita não desejo ser missionario do caos nem senhor perfeição quero me aprimorar como alguem que gosta de escrever e ama a leitura nem que seja pra discordar ou concordar assimilar ou restituir valores sera que estou no site certo .sei que erro ao digitar esqueço acentos virgulas e outros por isso peço a compreesão e uma resposta a esta pergunta com quem posso debater e aprender mais sobre a rate da poesia


Enviado por Tópico
iolanda neiva
Publicado: 26/12/2008 13:45  Atualizado: 26/12/2008 13:45
Da casa!
Usuário desde: 25/01/2008
Localidade: vila nova de gaia
Mensagens: 248
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
É com muito carinho que felicito A "Pedra Filosofal".

Sabes quando não encontramos palavras para nos expressar? Pois é...Palavras para que..Ensinas-me e eu quero apreender mais..

beijos


Enviado por Tópico
De Moura
Publicado: 28/12/2008 05:01  Atualizado: 28/12/2008 05:01
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2007
Localidade: USA / NJ
Mensagens: 752
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Olá Magda,
Parabéns pela entrevista. Não sabes quantas vezes já aqui vim para te deixar o meu comentário, e por uma coisa ou outra tenho de adiar.
Esta tua entrevista só veio confirmar a grande mulher que és. Não sei onde vais buscar tempo para fazer tanto. Tens feito muito pelo Luso-Poemas, o qual não fica oculto a ninguém. Só temos de agradecer-te por teu trabalho.
Sei o que escrevi há um tempo atrás sobre a administração, não foi para ninguém em particular, mas sim um geral. Numa administração não se deve misturar amizades e outras coisas. Infelizmente, aqui no luso há muita falta de comunicação e muitos maus entendimentos. Se estou agora a mencionar isto, é porque não quero más impressões e compreenções.
Te desejo tudo de bom, que continues a ser a pessoa que és, sempre.
Que tenhas um Feliz Ano Novo 2009, assim como a tua familia.

Beijos, Alcina


Enviado por Tópico
quidam
Publicado: 29/12/2008 22:04  Atualizado: 29/12/2008 22:04
Colaborador
Usuário desde: 29/12/2006
Localidade: PORTIMÃO
Mensagens: 1438
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Last but not least

«Quero estar em silêncio, ouvir o gemido,
entender a razão de onde vem essa emoção
Estar atento para não perder este único momento
de ouvir neste silêncio o verdadeiro sinal do coração.Esta valiosa pedra filosofal há tanto procurada pelos alquimistas que ainda não a encontram.»

É esta a minha dedicação...

Jinho e Parabens!


Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 29/12/2008 23:24  Atualizado: 29/12/2008 23:26
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3216
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Olá Magda, a nossa Querida Pedra Filosofal

Li a sua entrevista e gostei muitíssimo em conhecê-la, demonstra ser uma pessoa de caráter ilibado, um ser humano de grande valor.
És uma pessoa maravilhosa e determinada, inteligente e principalmente um ser humano justo e
que norteia a todos por caminhos poéticos.
Parabéns pela linda família e pela suas idéias realistas, digo perfeccionistas. Comungo e me identifico com a sua forma de pensar, desejo-lhe muitas felicidades, e agradeço a Deus por você existir em nossas vidas.

Beijos de muito carinho e admiração.

Fhatima


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/12/2008 18:03  Atualizado: 30/12/2008 18:04
 Re: Dezembro 2008 - Pedra Filosofal
Não tenho jeito nenhum para estas coisas de congratulações... Perco o pio! - como o povo sabiamente diz. Mas cá estou, sendo certo que a nossa amizade não há-de tolher a razão das minhas próximas palavras. Magda, admiro o teu dinamismo em prole de um site que em alguns momentos foi madrasto contigo... De seguida, a tua tenacidade..irra! mulher valente... E pronto! Hoje estou muito coloquial...O meu freud já me está a bater e a pedir mais egocentrismo

Beijo ...

Bom ano e que acabem os graffitis no Barreiro (piada privada em versão deluxe)



Links patrocinados