http://spumis.pt/
 
Textos -> Outros : 

A casa Assombrada

 
Tags:  casa assombrada  
 
Nota: Este texto foi elaborado por mim e pelas minhas amigas Ana e Adriana, espero que gostem...

Beatriz, Adriana e Ana eram da mesma turma. Acabou a aula de matemática e foram logo para a aula de física o professor, disse que iam fazer um acampamento.
Na semana seguinte partiram para a floresta negra, onde iniciaram a busca do lugar ideal para a montagem das tendas.
Mal encontraram o lugar, as três amigas afastaram-se um pouco do grupo.
Queriam conhecer o espaço…
Mais um bocado à frente encontraram uma pequena cabana. Bateram à porta…
- Truz…Truz…
Um homem já velhote abriu a porta…
As três amigas assustaram-se e fugiram pela floresta fora.
No dia seguinte ganharam coragem e voltaram a bater à porta…
-Truz… Truz…
Mas desta vez uma jovem atraente abriu-lhes a porta…
- O que desejam minhas queridas meninas?
- Somos novas aqui por isso queríamos conhecer a malta que aqui vive.
- Entrem acabei de fazer bolinhos de groselha.
- Bem, já que insiste…
Aquela casa estava repleta de coisas assustadoras: caveiras, caixões abertos com múmias lá dentro, monstros de borracha a sair da parede de pedra e madeira, uma cozinha muito vampiresca, um quintal cheio de estátuas de bruxas e fantasmas…
Era uma casa super assustadora sem dúvida.
No entanto as pessoas que lá viviam não eram nada assustadores eram amigos e simpáticos, a não ser o velhote que no dia passado lhes tinha aberto a porta, esse sim, era mais que assustador…
Entretanto bateram à porta…
- Truz… Truz…
- Acho que deve ser o meu pai.
- Olá Carla.
- Olá papá.
Então elas viram o velhote e gritaram bem alto:
- O velhote assustador.
O homem ao ouvir aquilo transformou-se num monstro e disse:
- Que a casa ganhe vida!!!
Mal ele pronunciou essas palavras a casa ficou maluca e todas as coisas assustadoras ganharam vida!!!
Nesse preciso momento Beatriz teve uma ideia brilhante…
- A casa ganhou vida e então também ganhou coração. Vamos tentar encontrá-lo e fazer um pequeno corte para a casa perder a vida.
No entanto Bea tinha razão se a casa ganhou vida era provável que ela tal como uma pessoa pudesse morrer.
No cimo da cabana encontrava-se um candeeiro gigante e dentro dele uma caixa de vidro.
Adriana e Ana avançaram para dentro da caixa enquanto Bea e Carla guardavam a porta.
Adriana encontrou o valioso e belo coração.
De repente o monstro apareceu lá com a tesoura.
Lá fora nas mãos de Bea apareceu inexplicavelmente uma espada.
Na espada dizia
- Usa-me para salvar o dia.
Ela entrou pela porta e fez o corte no coração tudo voltou ao normal.
Voltaram para o acampamento e receberam um prémio da câmara, por terem derrotado a casa.
Foi uma aventura inesquecível.




FIM








 
Autor
Beatriz Torres
 
Texto
Data
Leituras
3090
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 01/06/2008 21:15  Atualizado: 01/06/2008 21:15
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3382
 Re: A casa Assombrada
Olá Beatriz, Adriana e Ana,

Hoje é o vosso dia, Parabéns!

O vosso texto está muito bonito e tem muita imaginação.
A espada de que falam deve estar nas mãos das Crianças... só ela podem salvar os dias com as suas boas acções.

Bjs para as três Amigas
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...