http://spumis.pt/

 
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 123 »
Offline
AjAraujo
Palavras primitivas, fragmento de Orfeu (Goethe)
Como no dia em que foste doado ao mundo, O sol levantou-se para a saudação dos planetas, Desde ...
Enviado por AjAraujo
em 29/06/2015 02:16:24
Offline
AjAraujo
Os sofrimentos do jovem Werther - fragmento - (Goethe)
"A vida humana não passa de um sonho. Mais de uma pessoa já pensou nisso. Pois essa impres...
Enviado por AjAraujo
em 29/06/2015 02:00:06
Offline
AjAraujo
Vazio existencial (AjAraujo)
vazio espaço antes era só cheio de nada vazio no peito estranho core só cheio de cólera vazi...
Enviado por AjAraujo
em 26/06/2015 00:44:12
Offline
AjAraujo
Chama fugaz (AjAraujo)
entra e sai chega e se vai inspira expira ação danação calma alma chama drama volta solta espa...
Enviado por AjAraujo
em 26/06/2015 00:28:07
Offline
AjAraujo
Lua Adversa (Cecília Meireles)
Tenho fases, como a lua Fases de andar escondida, fases de vir para a rua... Perdição da minha...
Enviado por AjAraujo
em 24/06/2015 18:10:07
Offline
AjAraujo
Como El Largo De Tus Ríos Que Te Riegan (Pablo Milanes)
Como el largo de tus ríos que te riegan, Y tu don milenario de pelear, Así viven constantes tus...
Enviado por AjAraujo
em 24/06/2015 03:10:41
Offline
AjAraujo
Quando até a voz... [poetas romenos] (Mihai Eminescu)
Quando até a voz do pensamento cala, Me envolve o doce canto de uma prece – Então te chamo; o m...
Enviado por AjAraujo
em 23/06/2015 01:08:03
Offline
AjAraujo
Foram-se os anos ... [poetas romenos] (Mihai Eminescu)
Foram-se os anos como as nuvens vão E nunca mais retornarão um dia; Já não me encantam hoje, co...
Enviado por AjAraujo
em 23/06/2015 00:51:14
Offline
AjAraujo
Tão delicada... [poetas romenos] (Mihai Eminescu)
Tão delicada, és semelhante À alva flor da cerejeira. E como um anjo entre os mortais Surges da...
Enviado por AjAraujo
em 23/06/2015 00:38:14
Offline
AjAraujo
Silêncio (AjAraujo)
silêncio me fala tanto quanto me fala o vento silêncio me cala tanto quanto me cala o frio si...
Enviado por AjAraujo
em 21/06/2015 00:59:28
Offline
AjAraujo
não se deixe (AjAraujo)
não se deixe ser seja não se deixe ter tenha não se deixe perder perca não se deixe querer ...
Enviado por AjAraujo
em 21/06/2015 00:47:29
Offline
AjAraujo
Pergunte às montanhas (AjAraujo)
pergunte às montanhas, que miram o silêncio do vale que seguram o vento sudoeste pergunte às mo...
Enviado por AjAraujo
em 20/06/2015 18:00:58
Offline
AjAraujo
Aldeia (AjAraujo)
uma luz distante na aldeia piscante uma voz distante na aldeia gritante uma raiz de alcaçuz n...
Enviado por AjAraujo
em 17/06/2015 21:14:06
Offline
AjAraujo
Espreitava em seus olhos uma lágrima (Gustavo Adolfo Bécquer)
Espreitava em seus olhos uma lágrima, e em meus lábios uma frase a perdoar; falou o orgulho, o ...
Enviado por AjAraujo
em 06/06/2015 13:53:33
Offline
AjAraujo
É um sonho esta vida (Gustavo Adolfo Bécquer)
É um sonho esta vida, mas um sonho febril de um instante único. Quando dele se acorda, vê-se q...
Enviado por AjAraujo
em 06/06/2015 13:39:05
Offline
AjAraujo
Portal
Um portal para a vida, com flores, rochas, e o mar sedutor que nos chama...
Enviado por AjAraujo
em 12/05/2015 01:28:02
Offline
AjAraujo
Atraídos pelas paixões terrenas (Bulat Okudzháva)
Atraídos pelas paixões terrenas, Eu sei que das trevas para a luz sairá alguma vez um anjo negr...
Enviado por AjAraujo
em 11/05/2015 00:09:37
Offline
AjAraujo
Mãe (Mario Quintana)
São três letras apenas, As desse nome bendito: Três letrinhas, nada mais... E nelas cabe o infi...
Enviado por AjAraujo
em 10/05/2015 13:07:55
Offline
AjAraujo
Celebração do riso (Eduardo Galeano)
José Luis Castro, o carpinteiro do bairro, tem a mão muito boa. A madeira, que sabe ...
Enviado por AjAraujo
em 04/05/2015 12:28:15
Offline
AjAraujo
Celebração da amizade (Eduardo Galeano)
Nos subúrbios de Havana, chamam o amigo de minha terra ou meu sangue. Em Caracas, o am...
Enviado por AjAraujo
em 04/05/2015 12:28:06
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 123 »
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...