Luso-Poemas
Registe-se agora!     Login

Links patrocinados



Utilidades

Consultar

Outros

Quem está aqui

168 visitantes online (102 na seção: Poemas e Frases)

Lusuários: 3
Leitores: 165

andrealbuquerque, velhopescador, Jovina, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Leia também

RSS Feed

(1) 2 3 4 ... 22 »
Textos deste autor
Offline
nereida Poemas -> Infantis Coelhinho
Um coelhinho, dois coelhinhos Tão lindos e, tão fofinhos Tem duas orelha...
Enviado por nereida
em 14/04/2014 19:08:56
Textos deste autor
Offline
nereida Poemas -> Infantis Saia de poá
A pequena e vaidosa Joaninha E sua saia de poá Em sua mão segura...
Enviado por nereida
em 07/04/2014 15:10:37
Textos deste autor
Offline
FátimaAbreu Poemas -> Infantis A Carta Que Chegou de Maneira Inusitada
A Carta Que Chegou de Maneira Inusitada Seu Dedé não sabia como fazer aquela carta: Tanto tempo...
Enviado por FátimaAbreu
em 02/04/2014 22:46:24
Textos deste autor
Offline
nereida Poemas -> Infantis A barata
Vejam o susto de D FILÓ Viu a barata em uma panela Depre...
Enviado por nereida
em 21/03/2014 20:18:28
Textos deste autor
Offline
nereida Poemas -> Infantis Linda Sereia
Oh! tão linda miragem De dentro das águas surgiu Logo chegou-se...
Enviado por nereida
em 16/03/2014 21:47:52
Textos deste autor
Offline
ChicãodeBodocongó Poemas -> Infantis o inquilino ( para o meu neto )
Entrou sem bater na porta, não importa, sem mala e sem proposta, só trazia a esperança,...
Enviado por ChicãodeBodocongó
em 12/03/2014 19:38:42
Textos deste autor
Offline
RaipoetaLonato2010 Poemas -> Infantis Nem bala, nem bolo
No tempo pretérito não entregavam balas nem bolas ao povo. Os olhos colados na massa, expulsara...
Enviado por RaipoetaLonato2010
em 01/03/2014 04:58:15
Textos deste autor
Offline
CAPaulon Poemas -> Infantis Maria Neta
Maria Neta c a paulon Mas que menininha é esta tão completa? Parece-me ela de tão bela uma ma...
Enviado por CAPaulon
em 21/02/2014 13:20:34
Textos deste autor
Offline
nereida Poemas -> Infantis Linguarudo
Sapo, sapinho, sapão Nada no lago e, caminha no chão Tem lingua...
Enviado por nereida
em 19/02/2014 18:42:30
Textos deste autor
Offline
gil de olive Poemas -> Infantis FLORZINHA DO CORAÇÃO
FLORZINHA DO CORAÇÃO PÉTALA QUE ME ENCANTA DESSA FLOR DO MEU JARDIM, AS VEZES ATE ME ESPANTA ELA...
Enviado por gil de olive
em 07/02/2014 20:18:52
Textos deste autor
Offline
gil de olive Poemas -> Infantis BABÁ DE PASSARINHO
BABÁ DE PASSARINHO Tenho que interromper essa poesia, preciso ir lá fora, concertar um ninho, d...
Enviado por gil de olive
em 03/02/2014 19:18:48
Textos deste autor
Offline
gil de olive Poemas -> Infantis EREMITA
EREMITA LA VAI O EREMITA COM SUA MARMITA NÃO TEM ILUSÃO. BEM DEVAGARINHO ANDA SOZINHO MORA NUM B...
Enviado por gil de olive
em 26/11/2013 21:29:27
Textos deste autor
Offline
gil de olive Poemas -> Infantis A SAUDADE NÃO LEVOU...
A SAUDADE NÃO LEVOU... Lá está ele, todo amarelinho, comida aqui em casa buscar vem, estou fala...
Enviado por gil de olive
em 22/11/2013 22:16:09
Textos deste autor
Offline
enidesantos Poemas -> Infantis Primeiros passos
Ah! O primeiro beijo o primeiro riso o primeiro castigo o primeiro amigo Aos poucos me vejo cres...
Enviado por enidesantos
em 22/11/2013 17:54:50
Textos deste autor
Offline
enidesantos Poemas -> Infantis Ler e ler para crescer
A pessoa mais doce que conheço não sabe ler. Já não é mais criança não tem mais como crescer. Me...
Enviado por enidesantos
em 15/11/2013 20:44:30
Textos deste autor
Offline
A.C.O.R Poemas -> Infantis Oh Passarinho
Numa manha, desperto; Desperto, observado; Uma fabulosa ave no meu jardim coberto, Neste meu...
Enviado por A.C.O.R
em 01/11/2013 13:43:25
Textos deste autor
Offline
mim Poemas -> Infantis Era uma vez um menino
Era uma vez um menino Que olhava a estrela-do-mar, Não sabia que o destino Vinha nas ondas pelo a...
Enviado por mim
em 18/10/2013 14:03:20
Textos deste autor
Offline
FátimaAbreu Poemas -> Infantis O Gato Inteligente
O GATO INTELIGENTE E ele mais uma vez está fazendo das suas! Gato mais danado! Não bastasse ter ...
Enviado por FátimaAbreu
em 01/10/2013 01:33:29
Textos deste autor
Offline
Betha Mendonça Poemas -> Infantis Boneca Leleca
Boneca Leleca by Betha Mendonça Na infância tive a Leleca, Ganhei nem lembro quando, A cabeç...
Enviado por Betha Mendonça
em 27/08/2013 18:12:00
Textos deste autor
Offline
RaipoetaLonato2010 Poemas -> Infantis A Índia Mony
(Nova versão do poema:O Amor de Pocotó) A índia Mony tatuava o corpo com plumas de ema e pavã...
Enviado por RaipoetaLonato2010
em 17/08/2013 01:45:26
(1) 2 3 4 ... 22 »

Login

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...