Poemas, frases e mensagens de RobertoEstevesdaFons

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de RobertoEstevesdaFons

Abraços fraternos para todos.

SENDA

 
O barco da pesca
deitou-se na água,
o parco da fome
deitou-se na morte,
o fino da brisa
deitou-se no campo,
o peso da briga,
deitou-se na guerra.

A vida se vem,
a vida se vai,
da reta do bem,
amor sempre sai,

a senda persiste,
a senda desiste,
a mágica volta,
estanca na porta,
encara a besta,
na terça da sexta.

Nota do autor.
"Amor e solidão."

http://armorizzi.prosaeverso.net
http://robertoarmorizzi.blogspot.com
http://www.artmajeur.com/armorizzi
http://www.artmajeur.com/roberto
http://www.artmajeur.com/conceptual
http://arterobertoarmorizzi.blogspot.com
http://www.clubedeautores.com.br/book/120710--Meu_Anjo_Lilas
http://www.worldartfriends.com/store/621-poesiformas.html
http://www.worldartfriends.com/store/ ... rmorizzi-poesiformas.html
 
SENDA

ROSA-JASMIM

 
Ontem beijei uma rosa,
hoje colhi um jasmim,
ontem cantei uma prosa,
rosa compôs para mim.

Rosa Maria,
rosa talvez,
rosa, eu pedia
por sua vez.

Rosa seria
o tom do amor,
rosa, eu queria
ser uma flor,

para poder
lhe compreender,
para saber
do seu poder.

Ontem colhi uma rosa,
hoje beijei um jasmim,
ontem roubei sua prosa,
e coloquei no jardim.
 
ROSA-JASMIM

HUMILDADE

 
Não é a alma que eleva a prece ao céu. Este, em sua infinita humildade, é que desce ao mundo para pedir mais amor.
 
HUMILDADE

NÃO-EU-MESMO

 
'Muitas pessoas costumam ficar, o tempo todo, dizendo repetivamente para outras: "seja você mesmo". Eu, às vezes, sou "eu mesmo", mas depois desperto de meu devaneio e volto ao normal, isto é, "não-eu-mesmo". A verdade é que, socialmente, estamos sempre fazendo uso das "personas" (vide Jung). Portanto, esse tal de "eu mesmo" me parece, um tanto ou quanto, des-mascarado.'
 
NÃO-EU-MESMO

BELA NOITE PASSADA EM DIA

 
Volvia magia,
sorrindo para’a via,
pensar’o dia,
dia e noite,
queria.
Antes de nascer’o dia,
morria,
mas morto, vivia
um lindo sonho,
em noite vadia.

Nota do autor.
“Solto no ar, pendia.”

http://armorizzi.prosaeverso.net
http://robertoarmorizzi.blogspot.com
http://www.artmajeur.com/armorizzi
http://www.artmajeur.com/roberto
http://www.artmajeur.com/conceptual
 
BELA NOITE PASSADA EM DIA

FLUXO ESPIRITUAL

 
"Bolhas de sabão, sopradas ao vento, carregam por breve tempo seu frágil interior. Rompida a película periférica, solta-se o conteúdo interno, como se fosse liberto espírito, no momento em que alcança sublime universalidade."
 
FLUXO ESPIRITUAL

FIM EM PRINCÍPIO

 
Muitas vezes tenho a ligeira impressão de que começo a partir do final, porque atingir um fim já é um bom princípio. O que realmente acho estranho é quando alguém insiste em querer terminar pelo começo porque, dessa forma, o fim não é alcançado.
 
FIM EM PRINCÍPIO

CORUJA ESPECULAR

 
CORUJA ESPECULAR
 
Você se assustaria se visse uma esdrúxula coruja pousada, à noite, num poste de luz, na frente de sua casa? Já parou para pensar que essa estranha coruja poderia também se assustar ao se deparar com você a olhar para ela? Precisamos compreender o lado humano das corujas e o lado coruja dos humanos, não é mesmo?

Nota do autor.
"Uma historinha de corujas e homens."
 
CORUJA ESPECULAR

BRINCAR A SÉRIO

 
Carnaval, para mim, é coisa séria, pois todos os demais dias do ano, eu passo brincando.
 
BRINCAR A SÉRIO

LEVEZA

 
LEVEZA
 
Antes eu era eclético,
depois passou o tempo,
e’eu quis ser só estético,
muito peso, nem pensar,
tenho que ser dietético.

Eu não sou cético,
nem hipotético,
não sou filósofo
peripatético,
só quero falar
em tom profético,

amanhã serei
um ser poético,
de padrão esquelético ...

Nota do autor.
“Por enquanto, o negócio é ser estético.”

http://armorizzi.prosaeverso.net
http://robertoarmorizzi.blogspot.com
http://www.artmajeur.com/roberto
http://www.artmajeur.com/conceptual
 
LEVEZA

CANTO LOUCO DA SEREIA

 
CANTO LOUCO DA SEREIA
 
Surgiu-me bela sereia ao gosto do mar,
ouvi um rápido silvo nas falas do vento,
mas, com grandes conchas que achei no lugar,
logrei cobrir meus ouvidos e olhar para dentro.

Não quis saber daquela, sem par, melodia,
que em vão, outros tempos, amor me trazia.
Ó Deus, escapei ileso daquela canção que eu ouvia,
na qual, de cabeça, mergulhar, bem que eu queria.
 
CANTO LOUCO DA SEREIA

POEMETO LEGAL

 
É legal
quando vemos uma flor,
mesmo se, brotinho, for.

É legal
quando sentimos amor,
exceto se nos causa dor.

É legal
quando temos a certeza,
é legal a clareza, a beleza,
a nobreza de um sentimento puro,

é legal
quando ouvimos alguém dizer:
- Eu te amo, juro!

É legal
tudo que, nossa alegria, solta,
ainda mais legal
é quando a felicidade
está dentro de nós
e no mundo em volta.
 
POEMETO LEGAL

DETALHE

 
Tem períodos em que quero ser pintura,
e há momentos que me fazem escultura.

Sou aquela ao me ver dentro do quadro,
e sou esta por estar fora de mim.

Eis, portanto, o detalhe de um desenho,
que me mostra o que sou, enfim.
 
DETALHE

POEMETO ...

 
POEMETO ...
 
Aquela luz que você quer,
está na luz que você tem,
e no breu que em você, vem.

Nota do autor.
'Nem na luz, nem no breu. A luz que você quer está na dimensão "contrastiva".'

http://exposicaoindividual.wordpress.com
http://eventosgaleriaanapirolo.wordpress.com
 
POEMETO ...

ROSTOS E RESTOS DE ROSTOS

 
ROSTOS E RESTOS DE ROSTOS
 
De manhã,
ao despertar,
como sempre, posso ver,
rostos, rostos e mais rostos,
sem cessar.

Preciso dormir,
quando a noite chegar,
para não sentir,
para não olhar,
rostos em cada lugar.

Mas, mesmo assim, a me fitar,
surgem restos de rostos,
vazios rostos, em meu sonhar.

Penso que não há nada tão fascinante, sedutor, embriagador do que o rosto humano com suas, podemos dizer, infinitesimais expressões e, consequentemente, impressões deixadas. Vale a pena sempre observá-lo, independentemente de sentimentos que dele possam advir.

http://armorizzi.prosaeverso.net
http://robertoarmorizzi.blogspot.com
http://www.artmajeur.com/armorizzi
http://www.artmajeur.com/roberto
http://www.artmajeur.com/conceptual
 
ROSTOS E RESTOS DE ROSTOS

O OUTRO LADO DO AMOR

 
Bosque
saturado de folhas,
flores, raízes
e muitos sabores.
Tudo isso
vem do veio da terra...

Mas logo
surgem vícios,
loucos hospícios,
amores contidos, perdidos,
por conta de traumas vividos,
sem vislumbrar cura...

Peitos tocados,
seios sugados,
rumo da morte em vida
que invade a vida...

Mundos jogados
nos frios, calores,
festas de selva e pedra,
com todas as dores,
sorrisos e amores...

Tenho que ficar ,
não há outro mundo
a se mostrar ...
 
O OUTRO LADO DO AMOR

SOPRO DE VENTO NO TEMPO DA VIDA

 
SOPRO DE VENTO NO TEMPO DA VIDA
 
Vento não soube soprar,
tempo não viu seu passar,
vida não pôde esperar,
o’amor não quer esquecer;

amor faz mundo crescer,
vida não pode morrer,
tempo parece entender,
vento vem, chuva, espalhar;

amor supera o tempo,
vida se espraia no vento,
tempo é jogo da vida,
vento é sopro do amor.

Nota do autor.
“Questões que se encaixam em tempo de amar."

http://armorizzi.prosaeverso.net
http://robertoarmorizzi.blogspot.com
http://www.artmajeur.com/armorizzi
http://www.artmajeur.com/roberto
http://www.artmajeur.com.conceptual
 
SOPRO DE VENTO NO TEMPO DA VIDA

[1] CASE COMIGO

 
Meu amor, não crie caso. Case comigo!
 
[1] CASE COMIGO

GULA

 
Não se deixe vencer pela gula, apesar dela ser, presumidamente, mais gulosa do que todos nós.
 
GULA

CAMINHO

 
O galho evola frescor,
a ave constrói seu ninho,
o mundo esquece o'amor,
a vida ladeia o caminho.

Nota do autor.
"Vista lateral noturna do metrô norte."

http://armorizzi.prosaeverso.net
http://robertoarmorizzi.blogspot.com
http://www.artmajeur.com/armorizzi
http://www.artmajeur.com/roberto
http://www.artmajeur.com/conceptual
 
CAMINHO

Roberto Armorizzi