https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Parto...

 
Descrevo sem acerto um sopro que não te chega ao sentir
Tento marcar as minhas pegadas no teu firmamento
Espero..perscruto a cada instante o medo a tua palavra ao partir
Ela que se aproxima, que espreita o seu momento

Olho

Temo

Ao esculpir naquela praia o abraço que não te dou
Assino por debaixo aquele nome que não sou
Nas histórias de outras histórias com finais felizes
Que tomo como minhas... nas palavras que não me dizes

Sento

Aguardo

Que venha a ultima vaga e me arraste para o meu mar
Me embale num sono profundo .. . perfumado de paz
No aconchego da mortalha da luz do luar
Num tempo que não se fez... porque o tempo aqui jaz!!!

Abraço

Beijo

Silhueta no escuro... discreta em mim presente
Olhar que mal me toca ... mas o meu corpo sente
Num enlace encoberto pela bruma do teu toque inocente
Na consciência que tudo é apenas o meu inconsciente!!!


Acordo

Parto



Beijos e Abraços
Das Chamas do Fénix

http://aschamasdofenix.blogspot.com/

 
Autor
Fénix
Autor
 
Texto
Data
Leituras
946
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 25/09/2009 14:52  Atualizado: 25/09/2009 14:52
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Parto...
Impressiona-me sempre...
(mas sempre mesmo)
quando poemas com esta qualidade literária
têm tão poucas leituras.
Mais do que nunca tenho tentado incentivar
novos autores, por vezes fico desatenta
ao que escreves e disso te peço desculpas também.
Belíssimo poema.
Vóny Ferreira