https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Fruto caído

 
 
FRUTO CAÍDO

Quebrou-se o alento criador em mim
Sofrido como ramo vergado p'lo vendaval
Palmilho estrelas, procurando luz, caminho sem fim
Passo em silêncio, numa solidão glacial.
E os sonhos que guardei desta viagem
Albergo-os no imaginário,num canto do coração.
Alheio-me da tristeza e dobro-os ainda com coragem
Faço deles o futuro, ou talvez tão só a previsão.
Às vezes me assusta o silêncio, sobra desalento
Fica-me o coração inquieto, triste,
E indolente me fica o pensamento.
Numa impotência afirmando: como me desiludiste!

Hoje, não me sinto senhora de mim
Meu sorriso é forçado sem calor humano
O rio dos meus dias, serpenteia, embrenha-se e perde-se por fim
E as horas quais pássaros de passagem, me levam ao engano.
As minhas lembranças, são junquilhos a perder de vista.
Nas margens da vida, nos meandros da alma
Saltam imagens da memória,são já infinda lista.
E por entre mimos e afagos me abandono e volta a calma.

E do fruto que parecia caído ao chão entristecido
Ainda tem o que quer que seja de triste...
Mas sai do alheamento, o dia está convidativo
E em farrapos de sonhos doces e vagos vai fingindo que existe.

rosafogo

Este poema faz parte da Antologia editada pela Câmara de LOURES em Outubro 2009,chamada
«Viva Outubro» XIV encontro de poesia.



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
588
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 26/09/2009 23:09  Atualizado: 26/09/2009 23:09
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: Fruto caído
rosafogo,


Um poema rico em imagens do passado e do presente/futuro.

Grato por partilhar.


Beijo.


Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 27/09/2009 00:19  Atualizado: 27/09/2009 00:19
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3217
 Re: Fruto caído
Olá Rosafogo,

Um poema rico de sentimento, expressa o passado, e o presente com grande encanto e magia nas palavras.
Gosto de ler-te!

Parabéns amiga!

Um beijinho

Fhatima


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 27/09/2009 01:30  Atualizado: 27/09/2009 01:32
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 12253
 Re: Fruto caído
Não acredito que se quebrou o alento criador em você. Não depois de ler mais esse texto rico em rimas, vocábulos rebuscados e verbos fortes. Dotado de uma certa melancolia que chega a angustiar. Mas a arte em si é tudo. belo, belo! Beijos!


Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 27/09/2009 13:45  Atualizado: 27/09/2009 13:46
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2679
 Re: Fruto caído
Apesar do sentimento de que revestes os teus poemas, ser de certa forma, melancólico e muitas vezes de uma cor "baça", há uma luz que ilumina as tuas palavras. e me conduz a um nível mais profundo, onde reside a tua essência cristalina.

Gosto da forma como escreves sobre este e outros sentimentos, que nos trazem imagens de um mundo de-formado.

Formas de estar!


Bom Domingo

Matilde D´Ônix