https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Romantismo

 
Tags:  noites    bares    ebidas  
 


Oh! José, Domingos, Darcy e Sebastião
Para onde vocês foram meus camaradas
Agora não sei nada, nem sei onde estão
Nem o que sobrou de nossas noitadas

Hoje eu ando tão sozinho, mas não acho
Que nossas almas já estejam separadas
Pois eu chego até seus largos passos
E estes ruidos fazer eco nas calçadas

Também, às vezes ficou muito alegre
Não sei se é real ou se é uma febre
Mas vou vivendo neste meu submundo

Só sei que perambulando à noite afora
Vagueio até perceber chegar a aurora
Neste eterno romantismo vagabundo.

jmd/Maringá, 14.12.09




verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
2659
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.