https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Desprezado!

 
Eis o Desprezado!
Um pai natal caído do trenó,
abandonado pelas renas,
sem prendas para dar ou receber.

Eis o Pedinte!
Um anjo maltratado,
despejado de uma nuvem
num soluço de tragédia.

Eis o Barbudo!
Pêlos queimados pelo tabaco,
paraíso de parasitas que o acham
mais parasita dos que eles.

Eis o Rasgado!
Com as calças, os sapatos
e o casaco a sorrirem
com suas bocas de chagas desdentadas.

Eis o Viciado!
Que se desinfecta com álcool,
ingerido para fazer efeito por dentro
e poder mover-se por fora.

Eis o Mal cheiroso!
Repugna os que o sentem
na distância de um sopro
mais vigoroso do vento.

Eis o Mal Amado!
Infecta a rua conservadora,
do bairro onde não tem
o direito de ser gente.

Eis o Vergonhoso!
Incomoda os orgulhosos
que se sentem superiores
em géneros e números.

Eis o Vadio!
Figura de gente
em forma de animal
acossado pelas moscas.

Ei-lo que se aproxima!

Deslizando no visco do seu rastro.

Guardem os vossos filhos em casa.
Tranquem as portas das moradias.
Fechem os bolsos das esmolas!

Ignorem-no!

Porque a ignorância é a protectora dos que preferem não ver.



NR

 
Autor
nunorita
Autor
 
Texto
Data
Leituras
5589
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
25 pontos
17
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/07/2007 18:06  Atualizado: 09/07/2007 18:07
 Re: Desprezado!
Penso que foi Marx quem disse: ...dar uma esmola a um pobre é atrasar cem anos uma revolução cidadã...
Gostei imenso do teu poema Nuno. Mostras o reverso pelo avesso, não é...
Esta sociedade que fecha os olhos e vive na ignorância, que dá a tal esmola, muitas vezes para afastar o indesejável, merecia que este belo poema lhe entrasse pela casa dentro, na saca do pão, no maço de tabaco, na publicidade televisiva...
A indiferença mata e tu fazes viver com com este poema.
Agradeço-te.


Enviado por Tópico
los
Publicado: 09/07/2007 18:15  Atualizado: 09/07/2007 18:15
Da casa!
Usuário desde: 01/07/2007
Localidade: Minho
Mensagens: 311
 Re: Desprezado!
Gosto do que escreve, a mim conquistaste com este poema.


Beijos seja feliz


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/07/2007 18:22  Atualizado: 09/07/2007 18:22
 Re: Desprezado!
Nunito estou rendida a tua escrita...
Amei


um beijo


Enviado por Tópico
Fátima Rodrigues
Publicado: 09/07/2007 18:34  Atualizado: 09/07/2007 18:34
Da casa!
Usuário desde: 03/07/2007
Localidade: Setúbal - Portugal
Mensagens: 490
 Re: Desprezado!
Simplesmente maravilhoso seu poema.Parabéns!Abraço


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 09/07/2007 20:19  Atualizado: 09/07/2007 20:19
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Desprezado!
O grito dado neste poema soou forte nos meus ouvidos.

Parabéns

Bjs


Enviado por Tópico
Gilberto
Publicado: 09/07/2007 20:32  Atualizado: 09/07/2007 20:32
Colaborador
Usuário desde: 21/04/2007
Localidade: V.Nde GAIA-Porto
Mensagens: 1804
 Re: Desprezado!
Simplesmente fantástico, este texto!

Parabéns meu amigo!


Um grande abraço.


Enviado por Tópico
simões
Publicado: 10/07/2007 15:13  Atualizado: 10/07/2007 15:13
Novo Membro
Usuário desde: 09/05/2007
Localidade:
Mensagens: 1
 Re: Desprezado!
Muito bom!
Tocou cá dentro.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 10/07/2007 15:46  Atualizado: 10/07/2007 15:46
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Desprezado!
Nuno, sem comentários para o teu poema...
LINDO DEMAIS! Mais do que isso: favorito!

Beijo grande, grande poeta


Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 12/07/2007 13:18  Atualizado: 12/07/2007 13:18
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Desprezado!
Nuno,

As formas que usas-te para realçar todo o dialeto que escreveste aqui, prendeu-me num suspiro, da realidade sabida e vivida por muitos de nós.

Ao que escreste para não ver, digo-te o que já muito ouvi, o que os olhos não vê, o coração e nem a alma sentem. Mas se não sentirmos, nunca saberemos como seria, ou como será. Das experiências vividas, das ruins até as razoáveis, pois ao que se trata de experiência raramente se vê algo de muito bom.
O Desprezado, merece por hora ser alguém reconhecido, mesmo que ele nada faça, seria alguém que um dia veria que de nada fazer e nada ser, tornou-se alguém por acreditar e um dia poder crescer.
Penso eu em mundos diferentes, e ainda... mesmo eu que já tenho tudo para crescer, quero encontrar um mundo diferente.

Parabéns Nuno, pelo Poema, ficou bem social, e serve para todos, além dos muitos refletir sbre nossa tal realidade.

Beijinhos no coração.

Adoro-te

Enviado por Tópico
Tytta
Publicado: 13/07/2007 15:30  Atualizado: 13/07/2007 15:30
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2007
Localidade: Portugal
Mensagens: 790
 Re: Desprezado!
Querido Nuno,
tive o prazer de ler um poema lindissimo que retrata o que diariamente acontece quando se abre a porta....
Muito bem descrito.
Jinhos, Tytta