https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Sem ti não sei ser eu

 
Tags:  amor    poema    poesia  
 
Amo-te com a serenidade de um rio.
Mas por vezes sinto-te a escapar como areia pelos dedos.
 
Os teus olhos embarcam em viagens para onde não fui convidado,
lugares só teus, para os quais não forneces bilhete
e para onde precisas de ir, 
só Tu.
 
Mas regressas, regressas sempre.
 
Minha vida, minha pele.
 
Sem ti não sei ser Eu, seria outro.
 
Ainda não compreendi ao que vim mas contigo sou Eu e não outro
e quero ser Eu e não outro.
 
Se é exagero amar-te então deixa-me ser exagerado.
Se é exagero querer ser Eu e não outro,
por favor, deixa-me ser Eu.
 
Junto de ti.
 
Regressas sempre, bem sei.
Aguardo.
Mas receio…


NR

 
Autor
nunorita
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1248
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
11
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2013 14:46  Atualizado: 21/03/2013 14:46
 Re: Sem ti não sei ser eu
Boa tarde poeta Nuno Rita.
Um poema de amor bem profundo.
Muitas vezes, já me consegui deparar dentro de poesias assim como a que aqui depositou, e ainda sinto esses momentos a entrarem dentro de mim com alguma frequência.
Obrigado pelo poema aqui escrito.

Cumprimentos,


Frank_Mike


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 21/03/2013 19:27  Atualizado: 21/03/2013 19:27
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16950
 Re: Sem ti não sei ser eu
Poeta
Linda declaração de amor! Intenso!
Parabéns! Adorei!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2013 19:44  Atualizado: 21/03/2013 19:44
 Re: Sem ti não sei ser eu
Esta declaração de amor não convence uma miúda, quanto mais alguém
É um quase poema, começa mal, os rios não têm serenidade, vivem em sobressalto e quando em vez lá mostram que estão arrependidos, sobretudo na primavera quando as suas correntes são mais mansas. Já no verão as marés vivas apresentam-se muitas vezes com correntes que arrastam qualquer um ou uma, nomeadamente nas zonas de canais estreitos onde a corrente se faz sentir com mais violência. Bom, isto que eu disse é sobre os rios. Depois temos os rios, cursos naturais de água doce que têm vindo a ser desprezados pela civilização. O Douro por exemplo é um desses rios maltratados, reduziram as suas margens em muitos dos seus pontos estratégicos para beneficiar os gatunos e os que gostam de esbanjar em passeios sem respeitarem o meio ambiente onde vivem destruindo todas as ovas, que são futuras vidas que outrora alimentavam o povo das populações adjacentes às suas margens e arredores
Era mais fácil chegar aqui e dar dois beijinhos, mas é assim
Não me leves a mal, porque só aprendemos se nos comentarem sem hipocrisia que é o lugar-comum desta casa. Mas eu prefiro a poesia que o resto


Uma abraço


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/03/2013 23:49  Atualizado: 21/03/2013 23:49
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29490
 Re: Sem ti não sei ser eu
Palavras encantadoras que exala o verdadeiro amor, lindooooooooooo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/06/2013 16:01  Atualizado: 01/06/2013 16:01
 Re: Sem ti não sei ser eu
De uma sensibilidade ímpar, muito belo, parabéns