https://www.poetris.com/
 
Textos -> Amor : 

VALSINHA

 

Dotado de certa astúcia que eu te percebi, mas fingi ignorar, finalmente conseguiste que fossemos jantar fora. Não fomos sós, mas só estávamos um com o outro. O resto que importava? Senti-te entusiasmado porém tenso, como se aquela fosse a tua grande oportunidade de auto-promoção, de te dares a conhecer, tentavas falar naturalmente, mas consciente do peso que casa frase teria em mim. Em nós.
Pediste ao dono do restaurante que pusesse o “teu” cd e entusiasmado apresentaste-me o Martinho, o da vila, claro. No início apenas apreciei o ritmo samba. Sorrias dizendo que o melhor ainda estava para vir. E veio. Fiquei maravilhada com a “Valsinha”! E os nossos olhares dançaram, afagados um no outro. Acho que se fosse hoje, dir-te-ia talvez que era lamechas, mas naquele momento… era tudo o que sentíamos: “o mundo compreendeu/ e o dia amanheceu/ em paz…”
Terminado o jantar caminhámos à beira do rio profundamente inebriados com o aroma da maré vaza, ou seria como o hálito um do outro? Faz diferença? Recordo com exactidão que naquele espaço de tempo entre o restaurante e os carros (nota: odiei e odeio aquele restaurante mas para estar contigo, qualquer sítio serve se tu lá estiveres)fumaste precisamente três cigarros. Recordo que caminhávamos lado a lado colados um no outro como se os nossos casacos estivessem cosidos e bem rematados. Recordo de pensar que já não queria ir a mais sítio nenhum sem ti.
Enquanto nos ríamos de umas anedotas de ocasião, observei o teu perfil: percorri o teu nariz largo e ligeiramente arrebitado, os teus lábios carnudos com promessas de sabor a aventura, apreciei a tua silhueta elegante e o teu porte de homem que sabe o que quer.
Subitamente uma vaga electrizante percorreu o meu corpo de uma estremidade à outra, deixando-me um rubor no rosto e o coração que tentava fugir pela ponta dos dedos...
E foi assim que soube que ias ser tu. Porque tu eras ainda antes de te saber, a razão da minha espera. Essa vaga, realizei depois, chamava-se desejo.
Semeamos sonhos naquela noite, amor, que mais tarde colheste em botão pela vez primeira e em cada vez como primeira.



http://www.youtube.com/watch?v=Bg5nSELduD4


"A vida é um acto de resistência e de reexistência" - Manuel Rivas

 
Autor
AnaMartins
 
Texto
Data
Leituras
1965
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
73 pontos
25
0
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 22/01/2010 20:03  Atualizado: 22/01/2010 20:03
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: VALSINHA
Minha querida menina... admiro tanto a tua maneira solta, franca, (des)concertante, DESafectada, sentida, criativa, de colocares as palavras em pilares de sentimentos!...
...e fico, no estático transe de reler-te, na platéia escura, a ver um belo filme de amor intemporal e eterno...

Beijinho.


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 22/01/2010 21:27  Atualizado: 22/01/2010 21:27
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: VALSINHA
..e assim começou um grande amor (valham-nos os escritos felizes!) que tão abertamente descreveu...

beijo
arfemo


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 22/01/2010 22:08  Atualizado: 22/01/2010 22:08
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: VALSINHA
Por aqui me perco rendida ao encanto desta primeira vez.Essa vaga electrizante me parece que
passou por mim também, há longo tempo atrás.
Linda adorei ler.

beijinho
rosa


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/01/2010 01:26  Atualizado: 23/01/2010 01:26
 Re: VALSINHA
olá Ana,

as horas que passaste ficaram paradas num relógio eternamente teu...vosso.

eterna beleza
MG


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/01/2010 14:22  Atualizado: 23/01/2010 14:22
 Re: VALSINHA
Não gosto de acusar minguem, mas, fui roubada nas palavras. Vem aqui a Sterea e pimba! Está tudo dito. Junto-me a ela e assino por baixo um texto fabuloso

Levo para mim

Beijo azul


Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 23/01/2010 14:22  Atualizado: 23/01/2010 14:22
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: VALSINHA
as memórias ficam eternas!
uma passeata de simples imagens
mas com emoções a decorar cada gesto
visto no outro,
neste caso tu.
beijinhos Ana
Romma


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 24/01/2010 12:55  Atualizado: 24/01/2010 12:55
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: VALSINHA
"Estimada sobrinha",

Bela descrição de um jantar e noite de amor... quanto à atitude do membro que a acompanhou, deveria ter pedido alguma autorização aos "tios", não é?
Gostei de ler este texto.

Beijinho


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/01/2010 13:00  Atualizado: 24/01/2010 13:00
 Re: VALSINHA
Não foi por acaso que as valsas de Strauss tiveram que enfrentar a hipocrisia de pó-de-arroz dos poderosos da época, o amor sempre foi e será assim - belo, duma beleza,dum íntimo e revolucionário desconcerto!


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 25/01/2010 19:17  Atualizado: 25/01/2010 19:17
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: VALSINHA
Um sonho existe só depois de sonhado, maravilha de texto. Uma música para se sonhar e dançar o amor. bjs


Enviado por Tópico
jluis
Publicado: 26/01/2010 01:28  Atualizado: 26/01/2010 01:33
Colaborador
Usuário desde: 18/12/2009
Localidade:
Mensagens: 1531
 Re: VALSINHA
E pela "valsinha" ficaram os três: o passo, a vontade e este texto magnífico.
Parabéns, Ana!
Beijo
JL


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/01/2010 12:36  Atualizado: 27/01/2010 12:36
 Re: VALSINHA
Aiai! Então para quando o proximo? Hein Hein? Terei de fazer greve?

Sem beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/01/2010 12:55  Atualizado: 27/01/2010 12:55
 Re: VALSINHA
Ana,

Podes imaginar como gostei deste texto maravilhoso?
Viajei por ele e vivi cada momento como se eles fossem os meus...
É o tipo de texto que me encanta pela suavidade e melodia de saudades de um tempo que passou...

Parabéns!
Maravilhoso!

Beijinhos ternos...
Rosa

Open in new window


Enviado por Tópico
Maribel
Publicado: 23/08/2010 20:52  Atualizado: 23/08/2010 20:52
Da casa!
Usuário desde: 21/08/2010
Localidade: Venho do mar
Mensagens: 261
 Re: VALSINHA
Texto, música e o amor... Belíssimo!!!
Beijinhos poéticos Ana, linda semana para ti.