https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Ao cair da noite

 
Chame teu nome ao anoitecer
Alcance por tua rosa da vida
Atire teus véus ao pôr do sol
Transgrida a decadência em meus salões
Próspera beleza
Abraçada pelo coração do éden
Grite teu nome lacrimoso
Revele para mim tua mais profunda perda

Atire... apresse minha selvagem muralha
Por um fim
Tua selvageria... gélida noite
Em vida tuas lágrimas brotam escarlates

Venha desejado anoitecer
Arrebate minha dolorosa perda
Vida lamentada ao pôr do sol
Transgrida as sombras em meu coração
Ascenda diante de mim
Deixe em testamento tua dolorosa perda
Sombrio ao coração eu lamento por ti
Devolva o vigor que ela uma vez perdeu


Open in new window

arthur luiz

 
Autor
duda
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1034
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 06/02/2010 13:10  Atualizado: 06/02/2010 13:10
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Ao cair da noite
Quem nunca teve as suas perdas
que atire a primeira pedra!

(Acho que será uma perda de tempo... rss)

Bem Vindo com perfeito romantismo!~
Abraçooo!
Abílio


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 06/02/2010 14:45  Atualizado: 06/02/2010 14:45
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12083
 Re: Ao cair da noite
Assim quando caí a noite nos corações, tudo se perde.

Um poema triste mas com muita beleza, parabéns.

Beijos