https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Continuo a Pensar

 
Nó na garganta, aperto no peito
Minha respiração se torna lenta,
Só de pensar nela me esquenta o suor
As mãos tremulam, e a confusão fica exposta.

Um grito de dentro, a lágrima quer descer
Mas não entendo por que.
O vento, o silencio tudo reluz ela
As paredes do meu quarto se tornam abrigo.

O desejo e travar-me nesta cama e não mais sair,
Calafrios no corpo, devaneios me tomam
Já não sei se estou me entregando ou fugindo
Eis a realidade do destino?

Me põe uma felicidade abrangente,
Realça meus sonhos, muda meus conceitos
E quando parte, entontece minha razão
Desaba tudo em melancolia inundando meu coração.

É apenas um momento de confusão
Me recolho neste ato insignificante,
Dou apenas um tempo certo para acobertar
A precipitação e acalmar os loucos pensamentos.


RegianePeroso


RegianePeroso

 
Autor
Regiane
Autor
 
Texto
Data
Leituras
502
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.