https://www.poetris.com/
 
Textos -> Esperança : 

Ao toque dos sinos

 
Tags:  alma    encantos    sinos    badaladas    desencantos  
 
AO TOQUE DOS SINOS

Numa vida onde nada se passa
Olho o papel com os olhos do coração
Tudo o que p'lo pensamento perpassa
Deixo escrito, mas nem todos me saberão.
As semanas se somam incessantemente
E eu marco passo
Na memória agasalho a esperança repetidamente
Retendo tudo o que faço e não faço.

Todos os instantes
De encantos e desencantos
Apago meus sustos, deixo-os distantes!
Obrigo o destino a torcer
Às vezes me olho de soslaio
Lembro que parar é morrer
E nesse marasmo não caio.

Me surpreendo e me recuso
Fico com a nostalgia a rondar-me a alma
Exorcizo fantasmas, das forças abuso
Calo a tristeza e me fico, calma.

Calo a saudade que me invade
Me deixa cansada e de voz rouca
Pego na caneta com mão suave
Desdobro detalhes, que são coisa pouca.
Inspiro-me nas badaladas do sino
E torço, torço o destino.


rosafogoOpen in new window


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1750
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
26
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JBMendes
Publicado: 15/05/2010 18:27  Atualizado: 15/05/2010 18:27
Colaborador
Usuário desde: 13/02/2010
Localidade:
Mensagens: 5222
 Re: Ao toque dos sinos
Querida amiga rosafogo - Mais um poema lindo. Calo a saudade que me invade e, como cmandante do meu barco, vou fazendo o meu destino...
AbraÇÃO
JBMendes


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 15/05/2010 19:17  Atualizado: 15/05/2010 19:17
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: Ao toque dos sinos
...muito bonito, Rosa, este poema em que "pega na caneta com mão suave/desdobra detalhes, que são coisa pouca" (e não serão, não serão...)

beijo
arfemo


Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 15/05/2010 19:19  Atualizado: 15/05/2010 19:19
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2080
 Re: Ao toque dos sinos
E eu torço para que a amiga escreva eternamente poemas destes e os partilhe conosco, pois são uma dádiva divina.

Beijinhos amiga ROSA


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/05/2010 20:14  Atualizado: 15/05/2010 20:14
 Re: Ao toque dos sinos
Ola Rosa

Poeta saudosista, que tao bem talhas as palavras numa insurreição contra do destino.

Calo a saudade que me invade
Me deixa cansada e de voz rouca
Pego na caneta com mão suave
Desdobro detalhes, que são coisa pouca.
Inspiro-me nas badaladas do sino
E torço, torço o destino

Impossível maior beleza!

Fico com ele Rosa porque da saudade também eu padeço

Beijo azul


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 15/05/2010 22:34  Atualizado: 15/05/2010 22:34
Membro de honra
Usuário desde: 07/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15725
 Re: Ao toque dos sinos
Torce o destino com mãos hábeis de uma poetisa que muito nos fascina com a riqueza de rimas e sentimentos decantados nos mais suaves e ternos versos. Sempre uma deliciosa leitura encontro por aqui. Beijinhos em ti!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/05/2010 23:21  Atualizado: 15/05/2010 23:22
 Re: Ao toque dos sinos
Todo o poema primoso, mas a última estrofe esta divina.
Que bela inspiração. Olha que destorcer o destino é uma proeza e tanto.
Favoritei.rsrs

Beijinho

Rosangela


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 16/05/2010 00:39  Atualizado: 16/05/2010 00:39
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9300
 Re: Ao toque dos sinos
Querida Poetisa Rosa!

Abençoados sinos, que toquem por muito e muito tempo te inspirando assim a escreveres maravilhas para o nosso deleite.
Adorei!
Bjinhos
♫Carol


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 16/05/2010 13:23  Atualizado: 16/05/2010 13:23
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Ao toque dos sinos
Todo o poema de uma suavidade de alma. Perfeito, ainda é pouco. Gostei do seu blog, falta voltar com calma e te prestigiar como merece. Levo esse poema com todo carinho. bjs


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 16/05/2010 17:20  Atualizado: 16/05/2010 17:20
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Ao toque dos sinos p/Rosa
Torna-se já difícil vir até aqui e nfaltarem os adjectivos. Mas adorei e retive..calo a tristeza, e me fico calma".

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/05/2010 18:19  Atualizado: 16/05/2010 18:19
 Re: Ao toque dos sinos
Tu colocastes tua alma no papel, e como é bela! O destino presenteou-nos com teus poemas!


Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 17/05/2010 00:08  Atualizado: 17/05/2010 00:08
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: Ao toque dos sinos
E varios são os sinos em seus toques de profunda e rica sonoridade a fazer brotar feito badalo, tão bela inspiração, maravilhoso,

Beijos, Lu


Enviado por Tópico
Julio Saraiva
Publicado: 17/05/2010 06:40  Atualizado: 17/05/2010 06:40
Colaborador
Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4206
 Re: Ao toque dos sinosp/rosafogo
ao toque dos sinos, natália, curvo-me à beleza deste seu poema.

carinho,

j.


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 17/05/2010 18:26  Atualizado: 17/05/2010 18:26
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3404
 Re: Ao toque dos sinos
Quando te leio, encontro-me nalgumas passagen onde me perco... (é!) Sente-se fluidez e espontaneidade nesse escrever de saudade, Natália...

Beijo!