https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Traição

 
Traição
 
O furor das lagrimas em revelia
Não calam os nevoeiros.
O amor é sereno apreço
Espetados em espetos aos pedaços
A vida sempre é recomeço.
Tudo ou nada, reconhece a solidão.
O tempo passa, e o medo da paixão.
Sou sua e assim o traio todo dia
Onde o amor esvai feito água a vida é regalia.

Rio de Janeiro, 22 de maio de 2010.


Diana Balis

 
Autor
DianaBalis
 
Texto
Data
Leituras
1276
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/05/2010 00:50  Atualizado: 23/05/2010 00:50
 Re: Traição
'...O tempo passa, e o medo da paixão.
Sou sua e assim o traio todo dia
...'

o poeta é um incorrigivel fingidor. portanto; o poema já está acostumado das suas traições com a poesia.

beijo e afetuoso abraço, Gisele.

zésilveira

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 23/05/2010 03:34  Atualizado: 23/05/2010 03:34
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Traição p/ DianaBalis
Olá Diana

É exatamente como diz o nosso amigo
poeta José Silveira...Muito bom seu
poema...

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 23/05/2010 12:32  Atualizado: 23/05/2010 12:32
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Traição p/Diana
é tão ténue a linha entre o amor ea traição, que existe mendo amando.

bj
Eduarda