https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

...adentrar outonal...

 


...sinto já a temperatura a desfalecer lentamente, anunciando o adentrar outonal... à medida que as folhas maduras se desprendem dos ramos das árvores, imagino os nossos corpos despirem-se, sob o lampejo dum olhar faiscante, ao crepitar do fogo da lareira, entregarem-se à fúria arrebatadora da paixão, própria dos que amam como se o amanhã não viesse...
 
Autor
Moreno
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1712
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
10
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 07/10/2009 17:47  Atualizado: 07/10/2009 17:59
Administrador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3538
 Re: ...adentrar outonal...
a analogia que fazes da queda da folha e o despir dos corpos é uma imagem romanticasensitiva que paira para além do poema cesar.


beijo


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 07/10/2009 17:56  Atualizado: 07/10/2009 17:56
Membro de honra
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8095
 Re: ...adentrar outonal...
Também senti esse parte da folha cair e o despir de forma muito especial. Bjs


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 08/10/2009 08:54  Atualizado: 08/10/2009 08:54
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3356
 Re: ...adentrar outonal...
e desse olhar fascinante caem sabores de um momento unico como este.

beijo


Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 08/10/2009 14:45  Atualizado: 08/10/2009 14:45
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3731
 Re: ...adentrar outonal...
Hum...
E que melhor forma de saudar o Outono haverá além desta que tão bem escreves com sabor a paixão, num cenário confortável e aconchegante!

Beijo


Enviado por Tópico
DianaBalis
Publicado: 14/10/2009 00:13  Atualizado: 14/10/2009 00:13
Membro de honra
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 533
 Re: ...adentrar outonal...
Fiquei tonta ao ouvir e ler seu blog. Nossa!quanta energia vital..."Ilumina que vou brilhar"...leia Estrela, bjs