https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

FRÁGIL MATURIDADE

 
Tags:  amor    vida    sonho  
 
Paixões determinadas...

Cinzentos subtis...

São parte de um mundo,

são esferas reservadas

que me salvam a alma...

Tudo é simples...

E acontece...

Não consegues fugir ao entardecer...

Nem à morte da manhã...

Estações misturam-se,

como duas flores,

viajando nas costas de um caracol...

...calmamente...

Em devoção à Terra

nossos espíritos voam

através de árvores solitárias...

Através das águas

tentando escapar

pelo portão da descrença...

Distante vejo

como é frágil

a maturidade...

Cada passo que dou em frente

recalco o jardim de anjos enterrados...

Quando pensei estar pronto

apenas levitava

fora do teu mundo...

Era primavera...

As manhãs vomitavam pérolas...

Então bucólico

pensei...

Que inóspito foi aquele dia

que passei em reflexão...

Observei meu corpo...

Cicatrizes de coloridos sem fim...

Eram apenas estilhaços

de um arco - íris glaciar...

...que sonhou ser o vento

que soprava só para mim...


JC PATRÃO

 
Autor
ARCO-ÍRIS_NEGRO
 
Texto
Data
Leituras
948
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Josematos
Publicado: 22/07/2010 06:14  Atualizado: 22/07/2010 06:14
Super Participativo
Usuário desde: 23/12/2008
Localidade: Agualva ( Sintra ) - Portugal
Mensagens: 165
 Re: FRÁGIL MATURIDADE
O seu poema "fágil maturidade", ao lê-lo sente-se uma leveza de espírito no autor ao descrever estes belos sentimentos. Gostei imenso e no dia do meu aniversário senti-me feliz por ter partilhado aqui este seu poema.
Um bom resto de semana e um abraço
José Matos