https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Lábios

 
Os teus lábios já não são meus,
Então somente teus, beijam o tempo!
Como numa história de Julieta sem Romeu,
Simplesmente calam por falta de argumento!

Mas ainda tem o vermelho adocicado,
Como aquele bendito fruto maduro...
Que entre outros, tem o sabor do pecado,
E onde por vezes, eu bem me aventuro...

Lábios molhados, desejo sem argumentação...
Que põem minha alma em perdição,
Num canteiro cheio de espinhos...

Onde meu desejo engana meu carinho,
Ao me ver longe sozinho,
Destes teus lábios de paixão...

 
Autor
marco_ramos
 
Texto
Data
Leituras
1070
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 13/08/2007 19:05  Atualizado: 13/08/2007 19:05
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Lábios
Soneto de Lábios

Os meus lábios ainda podem ser teus,
Se me beijares de acordo com o tempo.
Seja qual for a história, o beijo meu,
Dá a volta na vida de contra o vento.

Com meus lábios doces e vermelhos,
Parecendo uma maça com puro mel.
Segue-me pelos loucos desejos,
Que não se arrependerá, não é fel.

Os lábios já salivam pela emoção,
Entre tudo as rosas se calam,
Tudo a ouvir o bater de seu coração.

Para sentir o desejo que te embala,
Que não ficará mais sozinho,
Dou-te um beijo forte que estala.

Paloma Stella

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 13/08/2007 23:14  Atualizado: 13/08/2007 23:14
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14977
 Re: Lábios p/ marco_ramos
querido poeta

Não lembro de ter lido algum
soneto teu, mas está belíssimo


beijinhos doces n'alma