https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Pelo chá das cinco

 
Trincheiras ardentes
Queimam corpos trespassados
Pelos gases indolores,
Matam os cadáveres potrefactos
De outro século por viver

A guerra não foi mentira,
Dizem os iluminados da cadeira
As casas nobres, num brinco,
Mandaram mais uma legião
Pelo chá das cinco

Mataram o poema com artilharia
Em sangrentas conversações
Pelo chá das cinco

Uniram as nações
Independentes e supremas
Pelo chá das cinco

Era já noite escura
Pelo chá das cinco
Da escuridão

 
Autor
AntonioCarvalho
 
Texto
Data
Leituras
708
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.