https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SECURA

 
Tenho sede, tanta sede
Mas não há bebida
Que mitigue esta secura
De areia
No deserto
Em que vivo!

Há alguém por aí
Que significa tudo para mim
Que transborda em cascata
Que está aí
E está aqui
Mesmo que a sua existência
Seja como uma estrela
Que eu admiro
Ao longe!

Os olhos soçobram em névoas
Sofro
Implacavelmente sofro
O ar inquinou
Sufoco
De exaustão!

Sinto que nasci inocente
Mas fui amaldiçoada
O caminho é de ruínas
Maledicências do mundo
Que se grudam no espírito!
Mas o céu está cerúleo
E é imenso e é profundo!

03.12.2010

 
Autor
MarisaSoveral
 
Texto
Data
Leituras
1089
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
10
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/12/2010 20:39  Atualizado: 03/12/2010 20:41
 Re: SECURA
Estimada poetisa Marisa, bonito poema.

Beijos,

MÁRCIA ROSAS


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 03/12/2010 22:38  Atualizado: 03/12/2010 22:38
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12077
 Re: SECURA
Marisa

Hoje curiosamente postei um poema que escrevi já há algum tempo que diz tenho fome e sede...são estas necessidades básicas que nos fazem procurar o mundo e dele receber o mais profundo...

Gostei do poema

Beijos


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 05/12/2010 19:39  Atualizado: 05/12/2010 19:39
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: SECURA
azul cerúlio é a cor da quitude e plenitude. [E vasto esse céu, faça uma aquarela com gris de payne, amarelo carne, vermeho chinese deixa a tinta secar...pro céu te sentir. bjs pra ti


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 05/12/2010 23:21  Atualizado: 05/12/2010 23:21
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: SECURA
Não se esgota o prazer de ler-te, escuto de ti aquela melancolia que também vive em mim e na minha poesia. É muito belo o que escreves, sinto-me uma folha branca onde tu vais criando, é assim
que te leio.

Beijinho Marisa


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 05/12/2010 23:41  Atualizado: 05/12/2010 23:41
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11172
 Re: SECURA
Marisa,
Só posso aplaudir este teu talento natural.
Beijinho
Nanda