https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Autoretrato sem dó menor

 
Tom de tempo temperado em timbre de tal demora em espera.
Fulminante instante de pujança marcante no dédalo durar de uma era.
Finta o fígado migado com tumores de fado e aguardente de cana…
Coração enforcado de amores estrangulados em mortalhas de cama.
Cigarros ás tantas e tantos suspeitos pelo meio da estrada…
Estão ora defeitos lírios no meu peito, púcaro de facadas.
Rima-me o rum pastéis e atum e côdeas de pão…
Eu então que só um com outro nenhum que me queira a mão.
Alivio o grito nos prostíbulos da rua, no frio da nação.
Artroses de medo cintilantes nos dedos, gota e ciática…
Células em desarmonia, profilaxia insolvível, deficiência linfática.
Já enterrei meio corpo no lugar do morto sozinho e sem luta…
Sou o zero do zero, cálculo binário, rendimento de puta.
Destes mirares e beleza a perder no encanto do espelho…
Caem-me os dentes, cresce a barriga e chumba os pintelhos.
Seduzo mulheres, acido colheres num afecto cítrico…
Hipócrita defesa onde o amor se entesa em processo analítico.
Sou um fora de porta um pouco me importa dos olhos em choro…
Sequei minhas lágrimas longe em viagens do corpo onde moro.
Não sei da ofensa ou da falsa pretensa de me ter melhor…
Religião e moral e coisas que tal não tenho por dor.
Sou então um então perdido e sem mão e rugas no fato…
Não peço perdão de ser um cabrão neste autoretrato.

 
Autor
lapis-lazuli
 
Texto
Data
Leituras
1155
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ednarandrade
Publicado: 10/01/2011 18:15  Atualizado: 10/01/2011 18:15
Super Participativo
Usuário desde: 12/11/2010
Localidade: Natal-RN
Mensagens: 131
 Re: Autoretrato sem dó menor
Boa tarde poeta*

Deixo-te um abraço.
Um beijo carregado de poesia...
...E saudades amigo*****

Enviado por Tópico
Niafna
Publicado: 20/01/2011 22:27  Atualizado: 20/01/2011 22:27
Participativo
Usuário desde: 07/03/2007
Localidade: Vila das Lajes, Terceira, Açores
Mensagens: 33
 Re: Autoretrato sem dó menor
Título interessante...
É um texto profundo, embora ache que tenha muitas hipérboles, o que é poético e bom. :)

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/09/2011 14:11  Atualizado: 14/09/2011 14:11
 Re: Autoretrato sem dó menor
fabuloso...