Poemas : 

Só mais um copo de absinto

 
Lágrimas de dor,
espelho de minh'alma,
destruida e enfraquecida.
Corrompida por mais um copo de absinto,
que me faça esquecer
todo o mal que por dentro sinto.
O ardor no peito,
restos de um coração despedaçado,
vitima de um amor condenado.
Condenado ao fracasso,
à inglória, ao insucesso...
O desespero por mais um gesto.
Nem que um abraço de espedida,
que me dê uma certa garantia,
um momento de magia.
A renovação da saudade,
a esperança de que nunca acabe.
Recosto-me a um canto,
numa sala vazia,
maior desde que partiste,
enorme desde que sumiste.
Caio na tentação,
álcool percorre a minha garganta seca,
queimando memórias perdidas,
limpando recordações sentidas.
Apodera-se de mim a noite,
voltando apenas na renovação de mais um dia,
numa manhã negra e fria,
que do Inverno emerge sombria.
Pontadas fortes no cérebro...
Quem sou eu? Que fiz eu?
Passado que jaz na memória,
que um dia voltará do esquecimento,
cheio de mágoa e recessentimento.
Mas que por agora está escondida,
à espera do momento certo para o seu renascimento.

Fernando Teixeira

 
Autor
FernandoTeixeira
 
Texto
Data
Leituras
1393
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/01/2011 19:02  Atualizado: 15/01/2011 19:02
 Re: Só mais um copo de absinto p/ filho
Muito belo e inteligente. O ser humano tem por hábito questionar-se sobre o seu ser. Parabén! Que honra ter assim um filho! Beijos da mãe
Célia


Enviado por Tópico
AntóniodosSantos
Publicado: 15/01/2011 21:54  Atualizado: 15/01/2011 21:54
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 997
 Re: Só mais um copo de absinto
Gostei de ler o seu poema...

Parabéns...

Com Amizade

António


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/01/2011 22:20  Atualizado: 15/01/2011 22:20
 Re: Só mais um copo de absinto
A agonia, a tristeza, a dor, as fraquezas, o amor fracassado, tudo numa convulsão a se revelar....que venha a doce fada verde os sentidos inebriar.


Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 15/01/2011 23:49  Atualizado: 15/01/2011 23:49
Membro de honra
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Só mais um copo de absinto
Boa noite! Lindo seu poema amei, bjs