https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

EQUILIBRISTA

 
EQUILIBRISTA
 

Equilibrista

Floresta imponente, concreto puro
Chaminés com fumaça nas narinas
Faz-se frio, sente-se a neblina noturna
Aromas indecifráveis, talvez boninas

Num átimo de debilidade humana
Vez em quando, vejo-me equilibrista
Em meio à multidão na cidade insana
É preciso ser artista para algumas conquistas

Ser um espécime feminino, tão delicado
Frágil aos olhos másculos, que pecado!
Um bibelô, louça inglesa, fina porcelana
Só que sou cimento, areia, argila, alambrado

Faço minha guerra em crises de consciência
Luto pelo diário desejo de ser eu o progresso
Arregaço as mangas num trabalho decente
E vivo carente, pois tu só vives em recesso!


"A vida de um poeta é como uma flauta na qual Deus entoa sempre melodias novas." (Rabindranath Tagore)
Open in new window

http://taniamarapoesias.blogspot.com


 
Autor
Tânia Mara Camargo
 
Texto
Data
Leituras
2334
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
13
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Augusto.Colares
Publicado: 07/02/2011 22:32  Atualizado: 07/02/2011 22:32
Participativo
Usuário desde: 07/02/2011
Localidade: Belo Horizonte - Brasil
Mensagens: 21
 Re: EQUILIBRISTA
Tânia:

Gostei da força de casa de vênus neste poema.

Boa Noite

Alceu Colares

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/02/2011 22:34  Atualizado: 07/02/2011 22:34
 Re: EQUILIBRISTA
Ficou lindo amiga...viver de aparências nem pensar, são as ilusões que destroem tudo por onde passam... A verdade e a realidade são a jornada.
Amei teu reflexivo poema.
BJS ALICE


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/02/2011 22:43  Atualizado: 07/02/2011 22:43
 Re: EQUILIBRISTA
A delicadeza aparente e a força nas atitudes dessa mulher tão belamente ilustrada em seu poema, adorei madrinha, bjos!


Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 07/02/2011 22:57  Atualizado: 07/02/2011 22:57
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: EQUILIBRISTA
Boa noite! Linda Tãnia sua poesia bjs


Enviado por Tópico
JOSÉMANUELBRAZÃO
Publicado: 07/02/2011 23:02  Atualizado: 07/02/2011 23:02
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2009
Localidade: Lisboa, PORTUGAL
Mensagens: 7775
 Re: EQUILIBRISTA
Eu como Português digo-te: encheste-me as medidas com este poema! rrss

Bravo! Bravo! Aplaudo!

Beijo do ZÉ


Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 07/02/2011 23:14  Atualizado: 07/02/2011 23:14
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 5385
 Re: EQUILIBRISTA
oieee boa noite!


Uma beleza de poema adorei parabens Tânia.


beijo no coração.

Acalenta

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/02/2011 09:06  Atualizado: 08/02/2011 09:06
 Re: EQUILIBRISTA
Muitas vezes um ser feito de barro bruto pode ter encanto e um coração magnânimo. A aparência das coisas leva á derrocada e á decadência do Ser

O barro pode ser moldado e dar belas formas

Este é meu


Beijo azul

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/02/2011 12:25  Atualizado: 08/02/2011 12:25
 Re: EQUILIBRISTA
*Tania, tuas impressões sobre o universo feminino, a garra e a singeleza da mulher, a inocência e o atrevimento, são puras obras de arte.
Poesias para se guardar no olhar e na alma.
Beijo-te e beijo-te
Ka*

Enviado por Tópico
Angela.Rolim
Publicado: 08/02/2011 14:03  Atualizado: 08/02/2011 14:03
Colaborador
Usuário desde: 11/11/2010
Localidade:
Mensagens: 1162
 Re: EQUILIBRISTA
Maravilhosa sua poesia,sempre poetisa! Seu talento inconteste é que faz a poesia reinar absoluta aqui! Um abraço!