https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CENTELHA 9

 
CENTELHA 9
Autor: Irmão Paulo de Paz

A moça o encontrou na beira do lago.
Ele olhava o horizonte fixamente e não a viu se aproximar.
-Senhor, o que aconteceu?
Ele não se virou mas sorriu.
-O dia nasceu. Um pássaro cantou.
Outro pássaro cantou. O vento passou e assustou meus cabelos.
Uma pedra caiu desencadeando uma infinidade de círculos na água.
Um peixe pulou. Um pescador o puxou.
Um rosto sorriu.
Um outro chorou.
Uma vaca mugiu.
Um pássaro voou.
Um filhote piou. Uma mãe acalentou.
Um vendedor apregoou sua mercadoria.
Um lavrador acariciou a terra com seu instrumento de trabalho.
E o Sol pousou sobre minha cabeça me abençoando.
Tudo não é maravilhoso quando os olhos vêem as coisas como elas são?
E o que são?
São pedaços de Deus.
Sorrisos de Deus.
Beijos Divinos...
Só isto basta para começarmos um novo dia.
O som de sua voz em meus ouvidos.
A água refletindo o Sol.
O Sol sobre a Terra.
A terra sob meus pés.
E Deus em toda a parte...

Foi o que aconteceu...

http://centelhasdivinas.blogspot.com/



 
Autor
PROTEUS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
534
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.