https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

A nossa Festa

 
Ainda o corpo me dormia
Já o meu sentir ouvia
A subida de um foguete
Com estoiro de alegria
Que a todos anuncia
As festas de Alcochete.

Há um sono que reclama
Uma preguiça que exclama
Está na hora de acordar
É a festa que vos chama
Toca a sair dessa cama
Vamos todos festejar.

Porque a vida é tão bela
Não fiques pela janela
Dá um salto cá p`ra fora
Largam toiros na ruela
A rotina, é esquecê-la
E a festa começa agora.

As ruas estão á pinha
Vem o cheiro da sardinha
Saltitando no carvão
Há danças e cervejinha
A noite vai ser rainha
Mas o rei é o garrafão.

Há carrocéis e barracas
Queijadinhas e cavacas
Condimentos do festim
Seguem-se toiros e vacas
Madrugadas de ressacas
Numa folia sem fim.

Dormem os que não querem
Dizem mal e não aderem
Mas que raio de coisa é esta
Digam lá o que disserem
Para aqueles que vierem
Bem vindos á nossa festa.


Nascer para ser feliz

 
Autor
bloackt
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2143
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.