https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

FUGA

 
Tags:  orquídeas    cordilheiras  
 
Open in new window


FUGA

Meus olhos sorriem enlevados
- Pareço o céu das cordilheiras,
Em bosque coberto de ribeiras.
Estou numa cena cheia de atos!

Acolho o cheiro das orquídeas,
Como se fosse eu suas pétalas!
E, cada passo que dou na relva,
Esparjo, no ar, o gosto da vida.

Sinto-me atrevida e sem luvas;
Causo, nos dedos, sons de alva!
Adejo nas levezas das plumas.

Volto a mim sem fazer curva,
Penso em ser o que eu estava...
Nada restara – era uma fuga!

Ivone Alves Sol


 
Autor
soldantas
Autor
 
Texto
Data
Leituras
762
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 21/06/2011 00:09  Atualizado: 21/06/2011 00:09
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: FUGA
POETISA,VIM AQUI PARA TE CONHECER MELHOR E ME ENCANTEI COM TEU LINDOS VERSOS!MIL BEIJOS.VARENKA