https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

VERSEJANDO-TE

 


Nas pálpebras de teus olhos, madrugadas,
infinitos céus, de nuvens escassos,
e um beijo se subleva nas ondas escarpadas,
mantendo firme os nossos passos.

Lábios sequiosos, salgados como um mar,
que desembocasse na minha boca,
e fizesse todo o conhecido mundo parar,
são nítidos sinais de batom na roupa.

E teu rosto, tão belo, deixa-me enlevado,
fantasiando terras de lindas fadas,
e por te achar, encontro-me enamorado,
por minha sorte ou contas fadadas.

Tuas mãos, mais suaves que uma leve brisa,
me acarinham no meu desassossego,
e tocando-lhes, sinto-lhes a pele assaz lisa,
que na minha pele rude têm sossego.

O teu sorriso, são mil sóis, ao longe a rebrilhar,
árvores grávidas de frutos sumarentos,
e alegre caminho contigo, teu breve caminhar,
até onde somos nós de amor sedentos.

Jorge Humberto
14/07/11

 
Autor
jorgehumberto
 
Texto
Data
Leituras
398
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
gatalinda2
Publicado: 14/07/2011 17:08  Atualizado: 14/07/2011 17:08
Participativo
Usuário desde: 04/06/2011
Localidade: dourados(MS)
Mensagens: 25
 Re: VERSEJANDO-TE
eu adorei o poema muito lindo parabens. SARA