https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

O Trabalho

 
O seu nome é trabalho
Quando falta é um tesouro
É da preguiça espantalho
E há quem dele seja mouro.

O seu nome é trabalho
Cá no nosso idioma
Não é nada que se coma
Mas muito dele me valho
E no caminho que talho
Há vontade de o fazer
Querendo mesmo sem querer
O trabalho não me assusta
A gente sabe que custa
Mas p`ra comer tem que ser.

Quando falta é um tesouro
Quando o temos há melhor
Não lhe damos o seu valor
Já perdeu o peso d`ouro
Mas o resultado vindouro
De acção mal preparada
É tentativa falhada
Que nos entra na cabeça
Para que nunca se esqueça
O pouco é melhor que nada.

É da preguiça espantalho
E até afasta a pobreza
Que se escreve com tristeza
Num jornal em cabeçalho
E em cada retalho
Duma vida que se segue
Haja aquele que se negue
E não se queira convencer
Que sem o dito trabalho ter
Pouco ou nada se consegue.

Há quem dele seja mouro
Há quem dele seja escravo
Tantos que não ganham um chavo
Outros tantos que dão o couro
Mas há quem leve o louro
Com uma cunha no convite
E ainda quem o evite
Com uma vontade tão pouca
Pois têm o pão na boca
Malandros sem apetite.

bloackt:


Nascer para ser feliz

 
Autor
bloackt
Autor
 
Texto
Data
Leituras
5814
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.