https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

Indagações

 
O bêbado da esquina, o mendigo que deita-se sobre os jornais velhos. O executivo de sucesso, o jogador de futebol consagrado, o cantor reconhecido internacionalmente. O que leva de fato a ser como somos, seja como for, o que nos fez ser assim?
Certamente não fomos nós que escolhemos qual habilidade iríamos desenvolver, qual personalidade teríamos, definitivamente não somos donos do nosso destino.
Não escolhemos o que queremos ser, podemos até aprimorar uma habilidade, priorizá-la e assim torná-la boa, entretanto tudo já vem definido.
Se pudéssemos mesmo escolher quem desejaríamos ser, certamente a humanidade estaria salva, mas não é assim, não mesmo. Os chatos, os egoístas, os invejosos..., são assim por consequência de seu nascimento, assim como, os agradáveis, os bons, os generosos..., também não escolheram serem assim, simplesmente são, nascerão assim e, por mais mudanças que alcancemos na caminhada do viver, haverão características intransponíveis. E quais as razões para isso?
Existem muitas teorias. Algumas retomam à reencarnação e assim justificam que aqui estamos com a carga de vidas passadas, onde devemos aprimorar aquilo que não fomos capazes na vida anterior. Não sei de fato, quais as razões que nos fazem ser como somos.
Se pudéssemos escolher? Quem não gostaria de ser muito inteligente, falar bem, porta-se bem, ter habilidade suficiente para encantar a todos e propiciar uma vida melhor. E não adianta afirmar que todos podem conseguir, não mesmo, existem limites que são intransponíveis. Eu sonhei tanto em ser jogado de futebol, mas nunca fui bom de bola, no entanto sou bom em Matemática, enquanto muitos tremem apenas em ouvir falar nessa área de conhecimento.
Se pudéssemos escolher, seríamos todos perfeitinhos demais, assim a monotonia nos pegaria em cheio, muitas de nossas defesas não existiriam e a humanidade, de fato estaria salva, mas uma salvação vã, então, minhas indagações são tolas e, assim como não sei das razões de ser como sou, também não sei o significado dessa escrita patética. Qual é mesmo?

 
Autor
Sóstenes10
 
Texto
Data
Leituras
568
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.