https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

Ao Caminho do Nada

 
Ando meio cansado. É tanta gente a tentar enganar que o cansaço do fingir não entender me tomas. As forças para ignorar têm-se dissipado em larga escala, talvez isso seja bom, talvez ruim, não sei exatamente, sei que estou cansado.
Cansado dessa beleza fajuta que todos os dias sou obrigado a enxergar; cansado dessas caras rebocadas por toneladas de maquiagem, algo tão sórdido em sua essência, que não apenas a cara é tapada, tapa-se, ou menos tenta-se maquiar a maldade interna dos corações.
Esses rostos bonitos, porém mentirosos, estão por aniquilar o pouco que nos resta de bom. Valoriza-se em demasia corpos lindos e rostos perfeitos, aprova-se o ter e não o ser. Estamos nos tornando tão fúteis que certamente os Neandertais sentiriam vergonha dessa prole nefasta que se apresenta.
É roubo, furto, assassinato, estrupo... Mentiras por todas as partes, nada mais sórdido. É gente de colarinho branco roubando descaradamente do pobre, do miserável que nem tem o que comer, entretanto esses sanguessugas aparecem sorrindo em frentes as câmeras de emissoras que, por vezes, financiam toda essa parafernália que tem como resultado essa corja usurpando o poder daqueles que verdadeiramente poderiam melhorar essa nação.
Ética, moral, bons costumes, valores positivos de um povo, de uma gente, de quaisquer um de nós na verdade, andam tão desvalorizados quanto a cusparada infectada pelo bacilo de Koch.
Acho que estou chato, é isso, deve ser isso. Estou acreditando em um mundo onde o bem vença o mal, o ser tenha valor absoluto, onde todos se respeitem de maneira igualitária um mundo onde as faces sejam "nuas e cruas" que não usem do artíficio da maquiagem para encobrir seus defeitos e apresentar-se de maneira diferente do que são, chega de mentiras, fingimentos e seus derivados. Estou obsoleto! Isso é utopia. O melhor mesmo é continuar aqui, cansado.

 
Autor
Sóstenes10
 
Texto
Data
Leituras
864
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/03/2012 10:38  Atualizado: 07/03/2012 10:38
 Re: Ao Caminho do Nada
Esse mundo que vivemos perifÉrico é um esturbio sem fim, mas a certeza é que o bem sempre vence o mal

Mrtisns