https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Dilema

 
Tags:  poema    contradição    dividido    dramático  
 
Dilema
Me sinto sempre dividido
Há dias que sou o policial
Há dias que sou o bandido

O que é bom faz mal
O que é mal faz bem
Assim me sinto um refém
de fazer o que sempre convém

De tudo não aprendi nada
No nada eu aprendi tudo
O infinito é um vazio sem fim
e o vazio é uma parte de mim

Não há honra na morte
Não há virtude na vida
A primeira me traz a sorte
A segunda traz-me a ferida.

 
Autor
Cisero.Rovane
 
Texto
Data
Leituras
620
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaMariaMendonçaBito
Publicado: 17/06/2012 03:20  Atualizado: 17/06/2012 03:20
Super Participativo
Usuário desde: 29/04/2012
Localidade: M.S-Brasil.
Mensagens: 160
 Re: Dilema
Os erros nos ensinam,e se existe culpa em nosso intimo é porque temos a fantástica virtude dela e se temos consciência de nossos erros,ainda temos salvação.Lindo seu poema,abraços colega.

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 18/06/2012 02:18  Atualizado: 18/06/2012 02:18
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Dilema
Boa noite Cisero.Rovane.

Hum que linda sua poesia confesso que amei,parabéns seja bem vindo!

Beijos

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 18/06/2012 19:41  Atualizado: 18/06/2012 19:42
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2119
 Re: Dilema
Seja bem vindo, Cisero.

As dualidades são dilemas que dependem uma da outra para existir.

Não há opção.

Ótima semana para você.

Helen.